Negócios

Mesmo restrito, showroom da Francal movimenta setor calçadista


Novidade do evento compacto e adaptado aos protocolos sanitários foi a chegada de novos clientes vindos do e-commerce e empreendedores que surgiram com a pandemia


  Por Redação DC 03 de Setembro de 2021 às 15:00

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


Desenvolvido com formato compacto e adequado à retomada gradual e segura dos eventos de negócios, o 'Showroom de Calçados e Acessórios Francal', que atraiu exatos 324 visitantes nos últimos dias 1 e 2 de setembro, movimentou o setor calçadista após mais de um ano e meio sem realização de feiras presenciais. 

Criado para atender à demanda de fabricantes e lojistas por um encontro mais pessoal para estimular as vendas do final de ano, o showroom montado no Hotel Holiday Inn, no Anhembi, reuniu 16 marcas expositoras e recebeu lojistas e profissionais do setor de 65 cidades paulistas, além de oito estados brasileiros.   

Com foco em negócios e relacionamento, a estrutura modular e a dimensão padronizada e compacta dos estandes priorizaram a exposição dos produtos. E mesmo sendo um evento regional, foi fundamental para motivar a confiança do setor na retomada econômica, diz Abdala Jamil Abdala, presidente da Francal Feiras.

Ele conta que os clientes superaram a meta de agendamento estabelecida para cada dia, mas ficaram dentro da margem estabelecida para a segurança do evento. “Este foi o primeiro evento presencial do setor desde o início da pandemia, mas tivemos visitação suficiente para movimentar o mercado e reiniciar os negócios.”

NOVOS CLIENTES 

Uma das percepções dos expositores do Showroom foi a chegada de novos clientes, que trabalhavam exclusivamente com e-commerce, assim como de novos empreendedores que surgiram com a pandemia. 

DETALHE DE ESTANDE: RELACIONAMENTO PARA REINICIAR OS NEGÓCIOS

Roberto Geremias, gerente de Vendas da La Femme, confirma o perfil diferenciado dos visitantes. Mesmo recebendo alguns clientes tradicionais, a grande maioria foi de clientes novos e digitais.

“É um pessoal que está começando. Fizemos vendas, e atendemos um bom número de empreendedores”.

Na visão de Téti Brigagão, diretor da Clave de Fá, esta é uma tendência do varejo de calçados. “Eu vejo que o perfil do lojista mudou, está mais pulverizado e digital”. Satisfeito com a visitação e o formato do showroom, também destacou a presença de novos compradores. “O evento cumpriu o que propôs: foi rápido e objetivo”.

Com vendas realizadas em bom volume nos dois dias da mostra, o representante comercial João Carvalho, da Classe Couro, creditou como um dos maiores benefícios no atual cenário a exposição da marca de bolsas e acessórios, que atraiu antigos e novos clientes. “Tivemos um bom retorno do investimento”, contou.

A Sapatoterapia chegou ao final do evento com pelo menos uma dezena de visitas agendadas para a semana que vem, todas com potencial de se converter em negócios. “Três são clientes que não compravam conosco há anos, e conseguimos reativar. O restante são novos”, disse Daniel Figueiredo, da área comercial.

Segundo a Francal, a realização do Showroom seguiu protocolos de segurança sanitária, com vias de circulação largas e sentido de fluxo, filas demarcadas com pontos de distanciamento, aferição de temperatura de todos os participantes, obrigatoriedade do uso correto da máscara e disponibilidade de álcool em gel 70%.

 

FOTO: Divulgação Francal Feiras






Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade




Publicidade



Publicidade




Publicidade