Negócios

Mercado Livre aposta em serviços de pagamento


Empresa se uniu ao PayPal para atender uma fatia de clientes desbancarizados e aumentar vendas. Com a parceria, os comerciantes ganham acesso a uma base maior de consumidores


  Por Mariana Missiaggia 03 de Agosto de 2020 às 11:10

  | Repórter mserrain@dcomercio.com.br


Na última semana, o Mercado Livre e o PayPal anunciaram a integração dos serviços de pagamentos das companhias no Brasil e no México. A união entre as líderes em tecnologia para e-commerce e serviços financeiros começou a tomar forma em dezembro de 2019, nos negócios da América Latina, e agora tem um novo avanço.

Até meados de agosto, o PayPal estará disponível como opção de pagamento em comércios on-line no Brasil e no México que aceitam Mercado Pago, tanto no check-out on-line quanto via link de pagamento do Mercado Pago. A alternativa vai atender consumidores do Brasil e do México.

Dessa forma, cerca de 346 milhões de clientes da empresa de pagamentos on-line poderão adquirir produtos em novos comércios on-line. Além disso, esses clientes terão a possibilidade de efetuar pagamentos com PayPal no marketplace do Mercado Livre, no Brasil e no México, ao acessar a plataforma de fora destes países.

LEIA MAIS: O novo jeito de entregar do Mercado Livre

Para Federico Gomez Schumacher, gerente geral do PayPal Brasil e México, ao trabalhar em conjunto, as empresas aproveitam escala e juntam capacidades para ajudar a impulsionar a inclusão e o acesso à economia digital global.“O Mercado Livre e o PayPal compartilham uma visão de permitir que os comerciantes possam competir e expandir de forma global o varejo on-line”, diz.

Com a parceria, os comerciantes ganham acesso a uma base maior de consumidores, tanto no mercado interno quanto externo, bem como passam a se conectar a um ecossistema robusto de pagamentos digitais e soluções de serviços financeiros ao consumidor. Além de aumentar a capacidade de vendas da plataforma, a parceria ainda ampliará o poder de compra e de opções para milhares de consumidores em todo o mundo.

Na prática, quem mora no Brasil e no México, e quiser acessar o Mercado Livre de outros países, poderá usar o PayPal como meio de pagamento de suas compras. Para os estrangeiros que efetuarem compras no marketplace de qualquer lugar do mundo com entrega no Brasil e no México, o PayPal também poderá ser usado como meio de pagamento.

Nesse primeiro momento, a parceria estará disponível apenas para transações realizadas via web, via celular ou computador, e será disponibilizada via app até o final do terceiro trimestre deste ano.

Já para os vendedores do Mercado Pago, o PayPal estará disponível como um novo meio de pagamento via check-out on-line para transações dentro e fora do Brasil e México. Por exemplo, um residente no Brasil poderá usar o PayPal em vendas locais acessando esses websites dentro ou fora do Brasil.

Como próximo passo da parceria, nos próximos meses, os usuários do Mercado Pago no Brasil e no México poderão receber remessas da Xoom (serviço de transferências internacionais de recursos do PayPal) em suas contas do Mercado Pago.

Além disso, o Mercado Pago será integrado à plataforma do PayPal para ser apresentado como um meio de pagamento alternativo aos comerciantes do PayPal fora do Brasil e México. Dessa forma, os usuários do Mercado Pago poderão usar suas contas digitais para comprar em sites estrangeiros que oferecem PayPal como meio de pagamento.

Paula Arregui, COO e vice-presidente sênior de operações de Mercado Pago explica que o conjunto dos serviços de e-commerce e tecnologia financeira colocam essa parceria em uma posição única para contribuir para a democratização do comércio e o acesso ao dinheiro na América Latina.

"A parceria com PayPal nos fortalece também nesse sentido e ajuda a ampliar a escala dos benefícios que já oferecemos para consumidores e vendedores em nossa região”, diz. 

FOTO: Pixabay