Negócios

Inflação do e-commerce recua em junho


Os preços dos eletroeletrônicos foram os que registraram as maiores quedas, de 5% em média, na passagem de maio para junho


  Por Estadão Conteúdo 19 de Julho de 2017 às 16:21

  | Agência de notícias do Grupo Estado


Produtos vendidos na internet registraram uma queda média de 1,07% nos preços em junho ante o verificado em maio, apontou o indicador de inflação da internet do Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo e Mercado de Consumo (Ibevar) e do Programa de Administração de Varejo (Provar). 

Entre as dez categorias pesquisadas, cinco tiveram queda nos preços na margem: Eletrodomésticos (-1,97%), CD's e DVD's (-3,63%), Livros (-3,35%), Perfumaria e Cosméticos (-5%) e Eletroeletrônicos (-5,76%).

Já os grupos de Cine e Foto (9,56%), Brinquedos (1,71%), Informática (0,83%), Medicamentos (1,87%) e Telefonia e Celulares (2,13%) registraram elevação de preços.

Na avaliação do acumulado de 12 meses, o indicador de junho apontou deflação de 1,06%, com recuo de 0,37 ponto porcentual ante o registrado no mês anterior e 14,22 pontos porcentuais menor ante o acumulado de 12 meses do mesmo mês do ano passado.

Em relação ao acumulado de 2017, de janeiro a junho, o Ibevar aponta que os preços online caíram 0,19% sobre o período equivalente de 2016, o que representa uma queda de 1,08 ponto porcentual ante o acumulado até maio e recuo de 7,61 pontos porcentuais sobre o mesmo período do ano anterior.

IMAGEM: Thinkstock