Negócios

Grendene amplia expansão da Melissa e abre loja na Califórnia


Além da primeira unidade no oeste americano, projeto de expansão da marca prevê novas lojas nos Estados Unidos, China e em países da Europa, Oriente Médio e América do Sul a partir de 2021


  Por Redação DC 14 de Dezembro de 2020 às 16:05

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


Para ampliar sua atuação fora do Brasil, a Grendene, maior exportadora de calçados do país e uma das maiores produtoras mundiais, anuncia a inauguração, em dezembro, da primeira unidade própria do Clube Melissa em Los Angeles, nos Estados Unidos, um dos principais mercados para a Grendene. 

Alceu Albuquerque, diretor de Relações com Investidores da companhia, afirma que estudos e experiências com o canal on-line local da Melissa mostraram que que a California concentra um volume significativo de consumidores.

"Los Angeles, que sempre teve uma conexão forte com a marca, respira arte, moda e design, e tem muita sinergia com as ações e projetos que estamos trabalhando no âmbito da sustentabilidade. Acreditamos que esses diferenciais são potencial para oferecer ainda mais experiências com a marca”, afirma. 

Com a expansão do varejo próprio de Melissa no exterior – que já tem Galerias em Nova York e Londres, além de São Paulo -, a Grendene também pretende ampliar a discussão sobre sustentabilidade.

Assim como acontece no Brasil, na nova loja em Los Angeles os consumidores terão acesso a informações sobre o tipo de matéria-prima usado na fabricação dos produtos e as iniciativas da companhia com foco em economia circular, além dos coletores para descarte de calçados sem condições de uso. 

Raquel Scherer, gerente da Melissa, explica que o novo passo da Grendene no exterior tem como objetivo principal o fortalecimento da marca no território internacional, assim como encontrar um modelo de negócio adequado à realidade de outros mercados.

Todas as lojas do exterior também integrarão as estratégias de omnichannel já iniciadas no Brasil, para construir uma série de iniciativas que aprimorem o relacionamento da marca com o público em todos os pontos de contato.

“Estamos promovendo mudanças estruturais e adotando tecnologias e métodos, que vão criar ainda mais sinergia entre os nossos canais on-line e off-line para impulsionar as iniciativas da Grendene que visam criar novas formas de acesso aos seus produtos e gerar experiências inesquecíveis para os consumidores", afirma. 

A nova loja terá disponível todo o portfólio internacional da marca, com modelos já consagrados no Brasil como a sandália Possession e as papetes coloridas, além de colaborações como a parceria com a grife Viktor&Rolf. 

Anunciada neste ano, a parceria prevê uma coleção exclusiva e sustentável de calçados e bolsas produzidas com Melflex®, PVC proprietário da Melissa, que é vegano e 100% reciclável. 

Além da nova loja da Melissa em Los Angeles, a Grendene também pretende abrir outras nove unidades próprias nos Estados Unidos. O projeto de expansão também inclui três lojas físicas da marca na China, com expectativa de abertura a partir de março de 2021, após as celebrações do Ano Novo chinês. 

Hoje a Grendene já conta com 20 mil pontos de venda no exterior e 65 mil no Brasil, e comercializa seus produtos por meio de representantes comerciais, distribuidores, exportações diretas e a partir da sua subsidiária Grendene USA Inc. Nos Estados Unidos, a marca Melissa já possui uma galeria em Nova York (inaugurada em 2012), a loja on-line Shopmelissa e é representada por mais de 500 clientes multimarca.

A companhia conta ainda com showroom Melissa em Milão e “Galerias Melissa” em São Paulo e Londres, além de Nova York. Em 2019, a Grendene registrou lucro líquido de R$ 495 milhões. 

FOTO: Divulgação






Publicidade





Publicidade







Publicidade