Negócios

Evento reúne grandes nomes do empreendedorismo em São Paulo


Festival Cultura Empreendedora começa na próxima quinta-feira (19/10), com participação de Luciano Huck, apresentador e empresário, Cristina Junqueira, cofundadora da Nubank e João Ricardo Mendes, fundador do Hotel Urbano. Os leitores do Diário do Comércio têm 50% de desconto


  Por Redação DC 16 de Outubro de 2017 às 15:13

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


Tecnologia, empreendedorismo e arte – não necessariamente nessa ordem. É essa a proposta do primeiro Festival de Cultura Empreendedora.  O evento é organizado pela Editora Globo, que edita o jornal Valor e as revistas Época Negócios e Pequenas Empresas & Grandes Negócios (PEGN).

O evento terá a presença de jovens fundadores de startups, diplomatas de vários países, investidores, geeks, artistas e empreendedores do Brasil e do exterior.

Serão mais de 50 atividades, nos dias 19, 20 e 21 de outubro.

Crianças e adolescentes também poderão participar de uma oficina maker, nos galpões do CO.W Berrini, coworking da região da Berrini, em São Paulo.

Entre os palestrantes confirmados estão os professores Jonathan Levav, da Escola de Negócios de Stanford, Jacques Marcovitch, pesquisador da história do empreendedorismo no Brasil, o economista Igor Tasic, do Startup Europe Week, Cristina Junqueira, cofundadora da Nubank e João Ricardo Mendes, fundador do Hotel Urbano.

Também participarão do evento os apresentadores Regina Casé e Luciano Huck, o empresário Facundo Guerra, e vários investidores, como Leo Figueiredo, do Quintessa e Edson Rigonatti, da Astella Investimentos.

A empreendedora chilena Inelia Garcia, do The Pilates Studio, fará uma apresentação especial sobre a conexão corpo e mente.

Adriana Barbosa falará sobre sua experiência na criação da Feira Preta, que a fez ser eleita uma das 51 pessoas negras mais influentes no mundo.

Também já confirmaram presença, Guilherme Horn, fundador da Agora e Orama, e Sylvio de Barros, fundador do Webmotors e iCarros, dois dos empreendedores com cases de “exit” mais bem sucedidos do Brasil.

Iniciativas nascidas na periferia das cidades também terão espaço com a presença de Thiago Solano, empreendedor do Capão Redondo e Sebastião Dias Oliveira, que levou o badminton para a favela do chacrinha no Rio de Janeiro.  

No espaço de workshops, os visitantes poderão conhecer o ciclo de uma startup com ajuda de orientadores do Google, aprender fundamentos de codificação, liderança, auto-conhecimento, revolução digital e muitos outros temas.

Também haverá um espaço para literatura de negócios. Escritores de livros de empreendedorismo podem se cadastrar no site do evento. As obras passarão pelo crivo da curadoria e serão expostas e vendidas no evento.

Ao longo da programação, o festival vai alternar pautas contemporâneas do universo empreendedor, como negócios de impacto, economia criativa, inclusão social, diversidade, novas tecnologias como inteligência artificial e robótica, a reinvenção do mercado financeiro pelas startups, até jornadas inspiradoras através do cinema e peça de teatro, que aborda as relações com o dinheiro.

 O Prof. Mark Lund, do Babson College, fará uma aula sobre filmes que captam o “momento AH-HÁ” do empreendedor, como A Rede Social, Fome de Poder, Joy, Money Ball, entre outros.

Uma das atrações do festival, com inscrições abertas em todo o Brasil, é o “Encontre um Anjo”, iniciativa que está em sua quinta edição e tem por objetivo conectar novos empreendedores de tecnologia com potenciais investidores.

Os finalistas do concurso terão a oportunidade de fazer o seu pitch para uma banca formada pela organização Anjos do Brasil, além de receber mentoria de executivos de multinacionais, consultorias, e de investidores.

O vencedor da edição será conhecido no fim do evento. As atividades serão organizadas em três arenas de conteúdo simultâneas.

Os leitores do Diário do Comércio têm 50% de desconto nos ingressos, utilizando o código ASS2017 durante a compra. Para mais informações e inscrições, acesse o site do evento

FOTOS: Divulgação