Negócios

Em Sorocaba, 20% dos consumidores anteciparam compras de Natal


Roupas e acessórios, brinquedos, eletrônicos, perfumaria e produtos de beleza estão entre os produtos mais procurados, segundo levantamento da associação comercial


  Por Redação Facesp 11 de Dezembro de 2018 às 11:52

  | Das equipes de comunicação de entidades membros da Federação das Associações Comerciais do Estado de S.Paulo


Uma das comemorações mais esperadas pelo comércio é o Natal. Neste ano, a data em Sorocaba, promete aumentar as vendas em até 3%, em comparação com o ano passado.

Segundo pesquisa da Associação Comercial de Sorocaba, 83% dos entrevistados pretendem comprar presentes, sendo que 65% dos presenteados serão os familiares.

De acordo com o economista da Associação Comercial/Esamc Jr., Rafael Muscari, 20% afirmaram que já compraram os presentes durante a Black Friday, o que influenciou as compras em novembro e mudou o cenário, aumentando o percentual das pessoas que compraram com antecedência.

“No entanto, 40% dos consumidores pretendem fazer suas compras na segunda quinzena de dezembro”, ressalta.

Os produtos mais procurados pelos consumidores serão: Roupas e acessórios (28%), brinquedos (15%), eletrônicos (14%), perfumaria e produtos de beleza (12%), eletrodomésticos (9%), calçados (8%) e artigos esportivos (5%).

Em relação ao tíquete médio, 32% pretendem gastar até R$ 200, 20% entre R$ 201 e R$ 350 e 18% acima de R$ 800.

LEIA MAIS: Comércio de Campinas projeta alta de até 5,5% nas vendas de Natal

“O ano de 2018 começou com altas expectativas, mas no decorrer elas foram sendo modificadas. O mercado e, consequentemente os empregos, tiveram altos e baixos, mas a inflação se manteve controlada, na medida do possível. Há casos até de deflação (queda dos preços) e isso traz possibilidades positivas para a expectativa de vendas do Natal, pois com preços menores o consumidor fica mais propenso a ir às compras. Além disso, as eleições trouxeram um novo clima, possibilitando maior confiança ao consumidor”, afirma Muscari.

Sérgio Reze, presidente da Associação Comercial de Sorocaba, orienta que é tempo de presentear as pessoas queridas, porém, com consciência.

“Em dezembro as pessoas esperam o 13º salário para investir nas festividades. A recomendação é que tomem cuidado na quantia que será gasta, para não ter um início de ano com dívidas. É importante avaliar o que realmente precisa comprar e gastar de acordo com as possibilidades”.

LEIA MAIS: Dólar e Black Friday podem enfraquecer vendas de Natal