Negócios

E-commerce faturou R$ 2,1 bilhões com Dia dos Pais


Houve alta de 8% com relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com o levantamento Ebit/Nielsen. No entanto, consumidores ainda estão receosos em contrair dívidas


  Por Estadão Conteúdo 14 de Agosto de 2018 às 12:09

  | Agência de notícias do Grupo Estado


O faturamento do comércio eletrônico no período de compras para o Dia dos Pais atingiu R$ 2,1 bilhões, uma expansão de 8% com relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com o levantamento Ebit/Nielsen.

A data compreende a expectativa de compra dos consumidores no e-commerce de 28 de julho a 11 de agosto.

O número de pedidos cresceu 22%, para 5,11 milhões, enquanto o tíquete médio foi de R$ 409, queda de 11,5%.

De acordo com Pedro Guasti, consultor de Negócios Ebit/Nielsen, houve uma mudança no comportamento do consumidor neste ano.

"A queda no tíquete médio foi impactada diretamente pela venda de produtos com menor valor agregado, como livros, tênis, suplementos, perfume, camisetas e vinho", diz em nota.

"Isso mostra que os consumidores virtuais ainda estão bastante receosos em comprar produtos caros e contrair dívidas". 

FOTO: Thinkstock