Negócios

Consumidores já podem comprar com descontos na ‘Black Friday Paulistana’


Primeira edição da Sampa Week traz ofertas especiais nas lojas físicas e no e-commerce nos segmentos de moda, turismo, gastronomia, entretenimento casa e construção na semana de aniversário da cidade de São Paulo


  Por Redação DC 23 de Janeiro de 2020 às 11:30

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


O consumidor já pode aproveitar uma série de descontos em produtos e serviços disponíveis nas vitrines, na internet e nas etiquetas de preços. Trata-se da primeira Sampa Week, idealizada pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP) que acontece na semana do 466º aniversário da cidade de São Paulo (de 23 a 31 de janeiro).

A Sampa Week conta com a participação de empresas de diversos segmentos do varejo, transporte, entretenimento, alimentação, hospedagem, atacado, combustível e aéreo.

Para conferir as lojas participantes e as promoções, o consumidor pode acessar o site sampaweek.com.br. O projeto é uma iniciativa da ACSP, em parceria com o Instituto de Desenvolvimento do Varejo (IDV) e a Secretaria Municipal de Turismo de São Paulo.

Para o presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), Alfredo Cotait, a Sampa Week é uma oportunidade para o comércio atrair o consumidor que não está acostumado a comprar nesta época do ano.

“Janeiro é um mês de queda entre 30% a 40% nas vendas, em relação aos meses de novembro e dezembro, uma vez que é um período de férias e que as pessoas vão viajar e não estão na cidade”, diz Cotait. “Em vista disto, e da semana de aniversário de São Paulo, lançamos a Sampa Week, que é uma oportunidade para o comércio oferecer ainda mais descontos para os paulistanos e também para ajudar a fortalecer o turismo na cidade, pois boa parte dos participantes é do segmento de turismo, gastronomia e hotelaria”, completa.

A expectativa da ACSP é que, além de um crescimento nas vendas, haja um envolvimento do consumidor para que a Sampa Week em breve se torne uma nova data de compras em São Paulo.

“Esta é a primeira edição da Sampa Week e a cada ano o resultado deverá ser melhor. Para 2020, esperamos um crescimento de 15% a 20% nas vendas durante o período da campanha”, completa Cotait.

Os comerciantes também estão confiantes de que o evento “vai pegar” e se tornará obrigatório nos próximos anos.

“Janeiro já é um mês de saldão, então, além dos descontos, o que a gente está planejando também é oferecer frete grátis para os pedidos feitos na cidade de São Paulo”, diz Pedro Rios, diretor de operações de varejo do grupo Vulcabras, dona das marcas Azaleia, Under Armor e Olympikus.

“A ideia é que com a Sampa Week tenhamos um aumento de 10% nas vendas, o que é significativo para um primeiro ano”, continua Rios. “Acreditamos que vamos ter um efeito positivo e que nas próximas edições teremos a consolidação da data como uma das melhores para o comércio, conforme o público for se acostumando.”

Na mesma linha, Abel Ornelas, vice-presidente comercial e de operações da Via Varejo, está otimista com a novidade: "Somando Casas Bahia e Pontofrio, teremos 126 lojas na cidade de São Paulo participando da Sampa Week, com ofertas diárias em diversas categorias de produtos. Embora seja a primeira edição do evento, acreditamos que oportunidades assim são sempre relevantes tanto para o comércio quanto para os clientes.”

“Nessa primeira edição da Sampa Week, a C&C participará ativamente com as melhores marcas e serviços, oferecendo oportunidades imperdíveis para que seus clientes tirem aquela reforma planejada do papel”, afirma Marcelo Roffe, diretor-geral da C&C Casa e Construção.

Além dos descontos, a ideia é que a Sampa Week também promova as atrações gastronômicas e culturais da cidade que reúne cinema, teatros, museus como a Pinacoteca de São Paulo, Museu de Arte Sacra, Pateo do Collegio, Cripta da Catedral da Sé, Museu da Língua Portuguesa e Catavento Cultural.

Confirmaram presença na Sampa Week: Olympikus, Preçolândia, Under Armour, Casas Bahia, Pontofrio, C&C, Magazine Luiza, Pernambucanas, Azaleia, Habib’s, Saraiva, Renner, Riachuelo, CVC, Marisa, entre outras.

FOTO: Pixabay