Negócios

Confiança do comércio atinge maior patamar desde maio, diz FGV


Apesar do bom resultado em outubro, a continuidade e intensidade da recuperação do comércio ainda estão sujeitas a melhores resultados do mercado de trabalho e redução dos níveis de incerteza


  Por Estadão Conteúdo 25 de Outubro de 2018 às 09:20

  | Agência de notícias do Grupo Estado


O Índice de Confiança do Comércio (Icom) subiu 3,8 pontos na passagem de setembro para outubro, atingindo 92,5 pontos, o maior patamar desde maio, quando estava em 92,6 pontos, informou nesta quinta-feira, 25, a Fundação Getulio Vargas (FGV). Em médias móveis trimestrais, o indicador avançou 1,2 ponto.

"Com a alta da confiança do comércio em outubro, o indicador retorna ao nível anterior ao da greve dos caminhoneiros sugerindo que o pior momento do setor começa a ficar para trás. A recuperação nos índices que medem a situação atual e as expectativas reforça o otimismo em relação a uma retomada das vendas. Apesar do bom resultado no mês, a continuidade e intensidade da recuperação do comércio ainda estão sujeitas a melhores resultados do mercado de trabalho e redução dos níveis de incerteza", avaliou Rodolpho Tobler, coordenador da Sondagem do Comércio no Instituto Brasileiro de Economia da FGV (Ibre/FGV), em nota oficial.

LEIA MAIS: Confiança das micro e pequenas empresas se mantém estável

Em outubro, houve melhora da confiança em 11 dos 13 segmentos pesquisados. Após cinco meses consecutivos sem resultados positivo, o Índice de Situação Atual (ISA-COM) subiu 2,5 pontos, para 88,2 pontos. Já o Índice de Expectativas (IE-COM) teve alta de 4,9 pontos, para 97,1 pontos.A coleta de dados para a edição de outubro da Sondagem do Comércio foi realizada pela FGV entre os dias 3 e 24 do mês e obteve informações de 1.153 empresas.

IMAGEM: Pixabay