Negócios

Comércio tem prejuízo de R$ 45 milhões com chuva em São Paulo


De acordo com estimativa da Fecomercio, o valor representa 0,2% do faturamento total do mês de março nas regiões do ABC e da capital paulista


  Por Agência Brasil 11 de Março de 2019 às 16:16

  | Agência de notícias da Empresa Brasileira de Comunicação.


A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) estimou em R$ 45 milhões os prejuízos ao comércio causados pelas chuvas e alagamentos que atingiram a capital paulista e a região do ABC Paulista.

O cálculo da entidade considera apenas o impacto sofrido pelo comércio nesta segunda-feira (11/03).

De acordo com a FecomercioSP, o valor representa 0,2% do faturamento total do mês de março nas regiões do ABC e da capital paulista.

Segundo a entidade, os setores mais afetados são aqueles suscetíveis a compras não programadas, como supermercados, farmácias e lojas de roupas, além do grupo denominado “outras atividades”, como artigos esportivos, livros e revistas.

Em nota, a FecomercioSP disse que num dia atípico como o de hoje, são vários os aspectos que impactam as vendas.

"O primeiro é que muitos trabalhadores, em acordo com a empresa, optam por não se deslocar [até o local de trabalho] e permanecem em casa", afirma o texto. "Além disso, o trabalhador que, em sua hora de almoço ou fim de expediente, poderia passar na frente de estabelecimentos comerciais e shoppings e comprar alguma coisa por impulso, não efetuará.”

A entidade ressalta que a dificuldade dos lojistas para chegar até seus estabelecimentos comerciais também causa impacto negativo nas vendas de produtos.

De acordo com a FecomercioSP, os pequenos negócios são os que devem ter mais prejuízo, já que contam com menor número de empregados e menos alternativas para se manterem abertos.

IMAGEM: Thinkstock