Negócios

Comércio paulistano vende 5,3% mais na 1ª quinzena de março


Carnaval no fim de fevereiro e os blocos do pós-evento (acima) ajudaram a puxar o resultado, de acordo com o Balanço de Vendas da ACSP


  Por Redação DC 17 de Março de 2020 às 14:10

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


O Carnaval 2020 caiu no fim do mês de fevereiro, mas a movimentação que continuou na cidade no pós-evento puxou as vendas do comércio paulistano: na primeira quinzena de março, a alta média foi de 5,3% ante igual período de 2019. A constatação é do Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP).

Pelo levantamento, as vendas a prazo tiveram alta de 5,2%. Já as à vista subiram 5,3%. Na comparação com fevereiro, houve uma queda média de 7,9%, sendo 1,4% a prazo e 14% à vista.

Marcel Solimeo, economista da ACSP, reforça que o Carnaval explica a variação positiva entre 2019 e 2020. No ano passado, o feriado aconteceu no começo de março e prejudicou a primeira semana. Em comparação a fevereiro deste ano, a queda aconteceu porque a quinzena teve um dia útil a menos, afirma. 

O economista lembra também que, na primeira quinzena de março, ainda não era possível mensurar os impactos da pandemia de coronavírus no comércio paulistano. "Em virtude da situação, também não é possível projetar os resultados da quinzena para o mês", afirma. 

O Balanço de Vendas é elaborado pelo Instituto de Economia da ACSP com base em amostra fornecida pela Boa Vista Serviços. 

FOTO: Fernando Frazão/Agência Brasil