Negócios

Comércio continua morno em outubro e vendas caem 1,1%


Juros e inflação altos, desemprego e renda menor influenciaram a queda, segundo Boa Vista SCPC


  Por Estadão Conteúdo 28 de Novembro de 2016 às 17:26

  | Agência de notícias do jornal O Estado de S.Paulo


O movimento do comércio caiu 1,1% em outubro na comparação com setembro, de acordo com dados da Boa Vista SCPC com ajuste sazonal. 

No acumulado dos últimos doze meses (novembro de 2015 até outubro de 2016), porém, o indicador apresentou retração de 5,3%. 

Na comparação com outubro de 2015, houve diminuição de 6,6%, enquanto no acumulado do ano a diminuição já atinge 4,3%, mantida a base de comparação.

As dificuldades do atual cenário econômico, como juros elevados, inflação alta, mercado de trabalho em deterioração e a consequente queda do consumo das famílias, continuam impedindo uma melhoria do desempenho da atividade varejista. 

LEIA MAIS:Frustração com recuperação de vendas reduz confiança do comércio

Caso o cenário mais benigno apontado pelas projeções de mercado se consolide, a tendência é de que a baixa do acumulado de 12 meses se reverta, com perspectivas de atingir um patamar positivo em meados do primeiro semestre de 2017.

Entre os setores mais atingidos, de acordo com o levantamento da Boa Vista SCPC, “Móveis e Eletrodomésticos” apresentou queda de 2% entre setembro e outubro, descontados os efeitos sazonais. 

A categoria “Tecidos, Vestuários e Calçados” manteve-se estável no mês, expurgados os efeitos sazonais. 

“Supermercados, Alimentos e Bebidas” caiu 0,1% no mês na série dessazonalizada. 

Por fim, o segmento de “Combustíveis e Lubrificantes” apresentou queda de 0,2% em outubro considerando dados dessazonalizados. 

Imagem: Thinkstock