Negócios

Carrefour ainda não vê aceleração no consumo


Entretanto, o grupo está satisfeito com o ritmo de vendas observado no primeiro trimestre de 2019. O indicador econômico de maior impacto para o consumo é o desemprego


  Por Estadão Conteúdo 29 de Março de 2019 às 13:57

  | Agência de notícias do jornal O Estado de S.Paulo


Apesar do ritmo gradual de recuperação da economia brasileira, de acordo com o CFO do Grupo Carrefour Brasil, Sébastien Durchon, o grupo está satisfeito com o ritmo de vendas observado no primeiro trimestre de 2019.

"Estamos bastante satisfeitos com as vendas nessa altura do ano, mas não dá para falar em aceleração de consumo por enquanto", resumiu o executivo durante coletiva com a imprensa no Carrefour Investor Day.

De acordo com Durchon, o nível de desemprego ainda é muito alto e isso pesa nas decisões de consumo. O indicador econômico de maior impacto para o consumo é o desemprego.

"O Brasil vai crescer, vai modernizar e estamos confiantes nisso", diz Noël Prioux, presidente-executivo do Carrefour no Brasil, observando que as expectativas para o segundo trimestre já são melhores em relação ao primeiro trimestre deste ano.

"Passamos de uma expectativa ruim para uma expectativa", resumiu Roberto Mussnich, CEO do Atacadão.

Segundo ele, houve mudança de expectativa e a proximidade da Páscoa torna o ambiente ainda mais positivo - dado que em termos de calendário o varejo considera que este ano será melhor em relação ao ano passado, quando o feriado caiu em março.

FOTO: Thinkstock