Negócios

Campari anuncia o fechamento de fábrica em Sorocaba


Fabricante da tradicional bebida de origem italiana afirma parte da mão de obra será aproveitada na manutenção da planta industrial e que também foi oferecida a possibilidade de transferência para a unidade da empresa no Pernambuco


  Por Estadão Conteúdo 16 de Fevereiro de 2018 às 16:00

  | Agência de notícias do Grupo Estado


O Campari Group, fabricante da tradicional bebida de origem italiana, anunciou o fechamento de sua fábrica, em Sorocaba, interior de São Paulo. Os 120 funcionários já foram avisados das dispensas, que devem acontecer até junho deste ano. A empresa afirma que parte dessa mão de obra será aproveitada na manutenção da planta industrial. Também será oferecida a possibilidade de transferência para a unidade da empresa em Suape, no litoral pernambucano, "para posições em que haja compatibilidade com seu perfil técnico".

A Campari informou que deixa o Estado de São Paulo por estar reestruturando suas operações no Brasil em busca de maior eficiência e de sustentabilidade.

Segundo a empresa, estão sendo estudadas todas as alternativas para minimizar os impactos aos profissionais dispensados, inclusive com suporte de consultoria de recolocação profissional.

"A Campari acredita no contínuo desenvolvimento do mercado interno, por isso manterá sua produção no Brasil, concentrando suas operações industriais em Suape", informou.

Conforme a empresa, ainda não foi definido o que será feito com a propriedade. A fábrica ocupa grande área no Alto da Boa Vista, zona leste da cidade, cercada por condomínios residenciais e vizinha da Faculdade de Tecnologia.

A administração ocupa o prédio conhecido como "castelinho", construído em 1959 para a fabricação do uísque Drurys, marca então pertencente ao empresário Mário Amato. A fábrica foi adquirida pelo grupo Heublein, que passou a produzir também o conhaque Dreher e, em 2001, pelo Campari Group.

O campari, bebida de sabor amargo e de cor vermelho intenso, é famoso no mundo todo. A bebida é obtida com a infusão de 60 ingredientes, combinados e macerados num malte de água destilada e álcool.

A fórmula obedece à mesma composição de quando foi criada pelo italiano Gaspare Campari, entre os anos de 1862 e 1867, em Milão. O grupo homônimo está presente em mais de 100 países.

IMAGEM: Divulgação