Negócios

Brasileiro é o que mais pesquisa antes de comprar


Estudo da TNS aponta que essa é a prática de nove entre dez consumidores. Desafio do varejo é oferecer conteúdo cada vez mais relevante para influenciar a decisão de compra


  Por Karina Lignelli 07 de Janeiro de 2016 às 09:48

  | Repórter lignelli@dcomercio.com.br


Que o brasileiro gosta de pesquisar preços ou pechinchar ninguém duvida --a temporada de volta às aulas e de compra de material escolar é uma pequena amostra disso. O estudo “Connected Life”, da consultoria global TNS, confirma esse comportamento.

Além de mostrar que somos a maioria entre os consumidores globais que fazem questão de consultar várias lojas ou negociar produtos antes de comprar (88%), tanto no ambiente online como no offline, a pesquisa também dá algumas pistas aos varejistas sobre os desafios que essa dinâmica representa no atual cenário.

Principalmente em um ambiente cada vez mais conectado, onde o cliente pode pesquisar – e fazer compras – de qualquer lugar, usando seu smartphone

No estudo, os especialistas da TNS afirmam que os consumidores ao redor do mundo estão adotando uma abordagem mais ponderada em suas compras. Portanto, marcas e varejistas devem fornecer informações e incentivos necessários para convencê-los.

“Eles devem parar de pensar apenas em publicidade e começar a se tornar verdadeiros provedores de conteúdo”, dizem.

Em resumo: para ter sucesso, é preciso um profundo entendimento de como e onde as pessoas pesquisam suas compras, “para assegurar informações no lugar certo e na hora certa.” É assim que a pesquisa pode se converter em venda. 

A seguir, alguns dos principais pontos do estudo da TNS:   

Foto: Thinkstock / Arte: William Chaussê