Negócios

Blockbuster vai fechar duas das três lojas que sobrevivem nos EUA


A rede de locadoras de vídeo declarou falência em 2010, mas suas lojas resistiram por conta própria em vários países


  Por Estadão Conteúdo 13 de Julho de 2018 às 15:00

  | Agência de notícias do Grupo Estado


Quem cresceu na virada dos anos 1990 para os 2000 provavelmente entrou em uma Blockbuster, a gigante rede de locadoras de vídeos que dominou o mercado mundial na época. Com a popularização da internet e dos serviços de streaming, as locadoras de vídeo foram vítimas da evolução tecnológica e praticamente sumiram.

A própria Blockbuster declarou falência em 2010, quando a maioria das suas lojas já havia fechado. No entanto, três lojas da rede ainda sobreviveram e chegaram abertas em 2018. Agora, duas delas anunciaram que vão fechar. Localizadas em Anchorage e Fairbanks, as duas maiores cidades no Alasca, o Estado norte-americano localizado no Ártico, as lojas vão fechar na segunda-feira, 16/07.

LEIA MAIS: Entre cachorros, implosões e discos de vinil

"Vai ser meio maluco", disse Kevin Daymude, dono das lojas desde 1991, ao jornal New York Post. Segundo o empresário, as lojas ainda geram algum lucro apesar de não fazer mais sentido financeiro ele renovar o contrato de aluguel com os donos das propriedades onde elas se encontram.

Agora, a única loja restante da Blockbuster será a localizada em Bend, no Oregon, uma cidade de 92 mil habitantes no noroeste dos Estados Unidos. Sandi Harding, dona da loja, falou ao jornal norte-americano que não há planos de fechar a loja. "Provavelmente vai aumentar o movimento nas próximas semanas porque as pessoas vão achar que estamos fechando", comentou Sandi.

 

IMAGEM: Thinkstock