Negócios

Black Friday movimentou R$ 2,6 bilhões em vendas


Número de pedidos cresceu 13%, para 4,27 milhões, com tíquete médio de R$ 608, aponta relatório Ebit/Nielsen


  Por Estadão Conteúdo 25 de Novembro de 2018 às 08:55

  | Agência de notícias do Grupo Estado


As vendas no comércio eletrônico na Black Friday, no Brasil, atingiram R$ 2,6 bilhões, alta de 23% em relação a 2017, superando as expectativas, aponta consultoria de e-commerce brasileiro Ebit|Nielsen. Os dados incluem as vendas realizadas na quinta-feira (22/11), véspera do evento.

Segundo o relatório, o número de pedidos cresceu 13%, para 4,27 milhões, enquanto o tíquete médio expandiu 8%, a R$ 608.

O indicador de consumidores únicos -que fez ao menos uma compra online - cresceu 9% em relação ao ano anterior, para 2,41 milhões, segundo levantamento da empresa de mensuração e análise de dados.

O resultado superou a expectativa da Ebit|Nielsen, que previa alta de 15% no faturamento, para R$ 2,43 bilhões, e 3,76 milhões de pedidos, informou a companhia em comunicado. Já o valor do tíquete médio ficou em linha com o que estava previsto.

LEIA MAIS: Desconto falso lidera queixas na Black Friday

“A véspera foi acima da expectativa do mercado, o que mostra que o consumidor já entendeu que a quinta-feira à noite já é Black Friday”, disse Ana Szasz, líder comercial para Ebit|Nielsen.

Entre as categorias que se destacaram, estão perfumaria e cosméticos. A sexta-feira (23/11), por sua vez, foi dominada pelos produtos de tíquete médio mais elevado, como Smartphones, itens de linha branca e TVs, segundo o levantamento.

FOTO: Paulo Pinto/Fotos Públicas