Negócios

3G troca comando mundial da Kraft Heinz


Nos últimos meses, as ações da companhia controlada pelo grupo de Jorge Paulo Lemann têm se desvalorizado - em um ano os papéis da Kraft Heinz acumulam queda de 42%


  Por Estadão Conteúdo 23 de Abril de 2019 às 10:27

  | Agência de notícias do jornal O Estado de S.Paulo


A Kraft Heinz anunciou nesta segunda-feira (22/04), a troca de comando mundial da companhia. O executivo brasileiro Bernardo Hees deixará o posto e o português Miguel Patrício assumirá a nova função no dia 1º de julho. A transição dos cargos começará a ser feita no dia 1º de maio. 

A empresa deverá rever portfólio e apostar nas marcas que são mais valiosas. "Temos de fortalecer marcas como Heinz, Philadelphia, Planters e Kero (brasileira)”, disse Patrício. O executivo afirmou que serão quatro os principais focos: gente, cultura, imprimir estratégia e entender o que por trás da Kraft Heinz. 

Patrício não nega que a companhia está em um momento financeiro delicado, mas disse que nos próximos dois meses vai se debruçar para entender os negócios. 

O crescimento por meio de aquisições - marca dos empresários do fundo 3G - terá menos força neste primeiro momento, mas continuará no radar da companhia, se o negócio for relevante.

Homem de confiança do trio da 3G, Bernardo Hees foi para o comando da Kraft Heinz em julho de 2013. Até então era presidente da rede Burger King, que também pertence à 3G. Fontes afirmam que Hees voltará para a 3G.

Hees foi para os Estados Unidos logo após a saída da 3G do capital da ALL, que era considerada uma ferrovia deficitária. A ferrovia é controlada pela Rumo, do grupo Cosan.

FOTO: Divulgação