Leis e Tributos

Tributos encarecem o Dia das Mães


Alguns presentes típicos dessa data possuem quase 80% de impostos embutidos nos preços, como é o caso dos perfumes importados


  Por Redação DC 02 de Maio de 2017 às 16:22

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


O Dia das Mães costuma ser a segunda melhor época do ano para os lojistas do varejo, que esperam e acreditam que os brasileiros saiam às ruas em busca de presentes. 

Aliás, esta é uma ocasião muito esperada também pela Receita Federal, que  jamais dá trégua. 
 
Um levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) comprova que, entre os presentes que costumam ser adquiridos nesta data, o perfume importado é o que tem a maior incidência tributária, de 78,43%. 

Também são tributados em mais de 50% os seguintes itens: maquiagem (69,04%), relógio (53,14%) e joias (50,44%). 

Já aqueles que preferirem demonstrar seu amor com o típico almoço do Dia das Mães também não escaparão da mordida do Leão: pelos cálculos do IBPT, 32,31% do valor total da conta de um restaurante são tributos.
 
Até mesmo os filhos que preferirem comemorar de maneira simbólica não escaparão de contribuir com os cofres públicos, presentear a mãe com flores significa gastar 17,71% do preço em encargos. 

"Os produtos mais procurados nesta época têm uma alta carga de tributos. Contudo, este é um ótimo momento para chamar a atenção dos brasileiros sobre  a quantidade de impostos que se paga de forma indireta", afirma João Eloi Olenike, presidente do IBPT. 

 

IMAGEM: Thinkstock