Leis e Tributos

Impostômetro bate em meio trilhão de reais nesta quarta


Painel da Associação Comercial de São Paulo chega a R$ 500 bilhões seis dias antes do que em 2017. Sinal de aumento derrecadação e reaquecimento da economia


  Por Redação DC 14 de Março de 2018 às 09:36

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


O Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) atinge nesta quarta-feira (14/3), às 20h40, a marca de R$ 500 bilhões pagos em impostos, taxas e contribuições pelos brasileiros desde o primeiro dia do ano.

Em 2017, o montante foi registrado dia 20/3. “Essa antecipação verificada em 2018 decorre do reaquecimento da economia e também da elevação do consumo de produtos e serviços, já que o grosso do bolo tributário recai sobre esses itens”, afirma Alencar Burti, presidente da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp).

Burti também chama a atenção para segmentos que puxam a arrecadação, como a indústria automotiva, que tem crescido a taxas superiores às da economia como um todo.

“Veículos são altamente tributados, e a produção aumentou bastante. Ainda que boa parte tenha sido destinada à exportação, que é isenta, grande parte dos veículos foi absorvida pelo mercado interno”.

FOTO: Thinkstock