Leis e Tributos

Impostômetro agora registra R$ 200 bilhões


O valor representa o total arrecadado pelos governos federal, estaduais e municipais, desde o início de 2016


  Por Redação DC 31 de Janeiro de 2016 às 08:00

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


O Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) atingiu na manhã deste domingo (31/01), a marca de R$ 200 bilhões.

Trata-se do total de impostos, taxas e contribuições pagos pelos brasileiros desde o começo do ano. Em 2015, esse mesmo montante foi registrado um dia mais tarde, em 1º de fevereiro.

“Nota-se um crescimento nominal em relação à arrecadação do ano passado, embora tenha havido queda em termos reais. Por conta disso, é ainda mais importante que o governo controle seus gastos e defina prioridades em suas despesas, assim como faz o trabalhador, cujo rendimento médio também caiu”, disse Alencar Burti, presidente da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp). 

“Vemos que a dívida pública continua aumentando, pois os gastos não diminuem no ritmo necessário. Ou seja, o poder público precisa rapidamente cortar despesas não essenciais e focar seus investimentos em áreas de maior relevância”, acrescentou Burti.

Foto: Thinkstock