Inovação

Fintechs se aproximam das micro e pequenas empresas


Estudo do Sebrae mostra que 30% do público dessas startups do setor financeiro têm MPEs na carteira


  Por Agência Sebrae 08 de Agosto de 2018 às 16:39

  | Informações do Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena empresa


As fintechs – as startups de finanças — são um fenômeno recente no sistema financeiro do país, mas que já mostram um apetite grande para trabalhar com empresas, sobretudo as de pequeno porte.

Segundo pesquisa realizada pelo Sebrae em parceria com a Associação Brasileira de Fintechs, a ABFintechs, em metade delas, pelo menos 30% dos clientes são formados por pequenos negócios, sendo que em 40% dos casos as MPEs são maioria na carteira de clientes.

LEIA MAIS: Afif sobe o tom contra o governo após veto ao Refis dos pequenos

Apenas 10% da fintechs não atendem pessoas jurídicas e 84,1% delas demonstraram interesse em desenvolver produtos e serviços voltados às necessidades das micro e pequenas empresas.

As fintechs entrevistadas oferecem vários tipos de produtos e de serviços financeiros, mas a maior parte foca em Gestão Financeira (41,3%), Crédito (37,6%), e Meios de pagamento (36,5%).

A pesquisa inédita foi realizada junto a 189 representantes de empresas do segmento, em julho de 2018.

“Os empresários de micro e pequena empresa enfrentam dificuldades cotidianas, como a necessidade de garantias para acesso a crédito nas instituições financeiras tradicionais. Por isso, é muito bom verificar que as fintechs são uma alternativa para os pequenos negócios. Queremos aproximar essas startups do cotidiano dos pequenos negócios”, diz Heloisa Menezes, presidente do Sebrae.

A pesquisa do Sebrae identificou outras informações sobre as fintechs:

  • 44,7% têm mais de três anos de vida;
  • 15% trabalham exclusivamente com o consumidor (B2C);
  • 36,2% operam apenas com empresas (B2B);
  • 49,5% trabalham tanto com B2C quanto B2B;
  • 94,2% têm interesse em trabalhar para micro e pequenas empresas.

 

IMAGEM: Thinkstock