Inovação

Amazon quer inspirar pequenos negócios locais


Daniel Alves, gerente de expansão da Amazon conversou com empreendedores sobre a importância da inovação constante e foco no cliente


  Por Agência Sebrae 27 de Setembro de 2019 às 10:43

  | Informações do Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena empresa


A missão da nossa empresa é colocar o cliente sempre em primeiro lugar, inspirando donos de pequenos negócios locais. Essa fala é de Daniel Alves, gerente de expansão da Amazon, que compartilhou a trajetória e o modelo de atuação da companhia na última quarta-feira (25/9) em São Paulo, em mais uma edição do Sebrae Day, evento que reúne mensalmente empreendedores que desejam aprender mais sobre como inovar em seus negócios.

Alves defendeu a inovação como forma de quebrar a barreira dos cinco anos de existência dos empreendimentos no Brasil.

Atuando em uma gigante do mercado, Daniel explicou o objetivo da Amazon, que é sempre deixar o cliente satisfeito, aconselhando os pequenos empresários a seguirem essa premissa, afinal, quando o cliente é o foco, a empresa sempre inova, pois é do ser humano querer sempre algo diferente.

“A partir do momento em que o cliente se acostuma com uma determinada melhoria, ele busca algo diferente e as empresas devem então continuar inovando para oferecer novos serviços e experiências. O importante é se preocupar com o cliente e não com o competidor”, diz o convidado.

Alves ressaltou a importância de pensar em longo prazo, quando os planos não visam lucro ou aumento de vendas imediatos.

“Plantar sementes e vê-las crescer deve ser o foco de toda empresa. Para aqueles empresários que desejam oferecer um clube de vantagens aos seus clientes, a recomendação é inovar. O cliente tem de perceber que a vantagem para ele é maior do que a que ele contratou”.

Ainda segundo Daniel, às vezes o cliente não sabe exatamente o que quer, então é preciso descobrir quais são as novas necessidades das pessoas, tanto em relação a produtos como serviços. “A Amazon não entrega apenas produtos, mas sim toda a experiência”, finalizou Daniel Alves.

Para Humberto Silveira, proprietário da Cachaça Armazém São Luiz que acompanhou a palestra, o projeto da Amazon deve ajudar muito na venda de seu produto, pois é uma empresa com grande capacidade logística e de marketing.

“Mundialmente, a Amazon é a empresa que está mais próxima da excelência no atendimento ao cliente e eu uso muito a tecnologia que eles têm para meu negócio. Busco inovação em todos os sentidos e colocar o cliente em primeiro lugar é a melhor forma”, disse.

FOTO: Gustavo Morita