Inovação

AcBoost apresenta as 20 startups selecionadas para impulsionamento


Até fevereiro de 2022 essas empresas passarão por um verdadeiro check-up, por meio de mentorias técnicas e especializadas, para se definir em que momento cada uma delas está


  Por Mariana Missiaggia 06 de Outubro de 2021 às 13:00

  | Repórter mserrain@dcomercio.com.br


Inaugurado há pouco mais de um mês, o Pateo 76, hub de inovação da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), sediou nesta terça-feira (5) a apresentação das 20 startups selecionadas pelo AcBoost, programa de impulsionamento da entidade.

Essas empresas terão suporte em várias frentes consideradas desafiadoras, como tributária e financeira, em fase final de validação, em mercado ou em tração.

O evento, que aconteceu de forma híbrida, foi conduzido por Alessandra Andrade, coordenadora do Conselho de Inovação (Conin) da ACSP e presidente do Pateo 76, e Tânia Gomes Luz, head do AcBoost e integrante do Conin. Conselheiros, empreendedores e dirigentes da ACSP estiveram presentes.

As 20 startups foram selecionadas dentre 200 que se inscreveram em busca dos benefícios oferecidos pelo programa que terá encerramento em fevereiro de 2022 e que inclui mentorias, consultorias e workshops com especialistas.

De acordo com Alessandra, o objetivo do programa é aprimorar e agilizar na prática projetos, testando modelos de negócios e fontes de receitas para novos produtos e serviços.

Além de passarem por um processo de qualificação e revisão do negócio, os empreendedores terão acesso ao network do Conin, que recebe a curadoria de mais de 30 agentes de inovação, em sua maioria formadores de opinião que defendem o desenvolvimento e trabalho.

Nomes como Fernando Seabra, especialista em negócios, desenvolvimento de gestores e diretor na Fiesp; Ivan Hussni, diretor técnico do Sebrae; João Kepler, especialista na relação empreendedor-investidor; Aline Cardoso, secretária de desenvolvimento econômico, trabalho e turismo da Prefeitura de São Paulo fazem parte da lista de conselheiros que apoiam a ação. 

De acordo com Tânia, 42% das startups que se inscreveram e passaram pelos sete ciclos de aprovação estavam prontas para participar do programa. A partir de agora, essas startups receberão consultoria especializada pelo Sebrae por meio de um convênio com o AcBoost, que ajudará na preparação dessas empresas.

Essas startups passarão por um verdadeiro check-up, por meio de mentorias técnicas e especializadas, para se definir em que momento cada uma delas está. Um dos exemplos citados pela head do AcBoost é um workshop coletivo com conteúdo técnico sobre legislação de contratos e governança que será orientado por um profissional terceirizado. 

"Esses empreendedores vão aprender a falar a língua dos investidores. Queremos descobrir problemas e como iremos ajudá-las, pois startups resolvem grandes problemas de forma muito simples", diz Tania.

Na sequência, consultores do Sebrae serão responsáveis pelas mentorias individuais - serão 32 horas para cada startup. A partir de janeiro, os conselheiros do Conin entram em contato com essa seleção de empresas para uma nova rodada de mentoria e, finalmente, descobrir qual é o melhor caminho para cada uma delas.

"São boas comunidades que criam excelentes empreendedores e queremos criar essa comunidade", diz Tania.

Entre os selecionados está o empreendedor João Ramirez, que comanda a LiveSale, aplicativo que tem como intuito disseminar a compra ao vivo de forma descomplicada, especialmente para micro e pequenos empresários, como representantes de cosméticos, lojas de bairro.

"Queremos aproximá-los ao digital, de uma forma mais simples que o e-commerce - sem ser preciso entender de ROI (métrica usada para retorno de investimento) ou subir estoque on-line", diz Ramirez.

Nas palavras do empreendedor, o aplicativo pretende ser o TikTok do varejo, transformando a venda ao vivo e digitalizando o setor a partir de ferramentas didáticas.

Para Alfredo Cotait Neto, presidente da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), o interesse que os projetos dessas startups despertaram na entidade materializa o novo momento do comércio e suas necessidades diante de uma verdadeira revolução digital que foi imposta a todos.

Conheça as startups que passam a fazer parte do AcBoost:

Radar Plantão: especializado na divulgação de oportunidades de trabalho para os profissionais da área médica. A startup possibilita que médicos inscrevam seus currículos de forma gratuita, e encontrem vagas de emprego ou plantões que melhor se encaixem em seus perfis.

Acordos Brasil: startup de conciliação e mediação 100% on-line. Ferramenta ideal para pessoas físicas, empresas, entes públicos e advogados com acordos em até sete dias, assinaturas eletrônicas, localização de devedores, possibilidade de audiências virtuais e equipe qualificada com expertise em negociação para agilizar processos e acordos.

Overmetric: informações estratégicas de negócios. 

Dropview: aplicativo que projeta conteúdos virtuais através do reconhecimento de estatísticas programadas.  

Live Sale: para disseminar venda ao vivo para produtos relacionados a moda, papelaria, eletrônicos, acessórios e outros, especialmente para micro e pequenos empresários.

Uau-fi: serviço de hotspot, gestor de dados, marketing, mídia mobile e aplicativo de vendas. 

iHungry: uma espécie de máquina de autoatendimento para restaurantes.

Medei: para realizar homologação de forma humanizada com todas as informações disponíveis e bem explicadas, por meio de uma entrevista pós-demissional para que a pessoa (demitida) possa falar livremente sobre sua experiência e sobre o que viveu na empresa. A startup cuida do pós-desligamento com um processo digital, videoconferência gravada e assinador virtual, gerando mais segurança para o ex-funcionário e para a empresa, evitando o aumento no passivo trabalhista.

ContSelf: para descomplicar a vida tributária e financeira das pessoas, tem o objetivo de oferecer, através da tecnologia, uma inteligência tributária que proporciona aos clientes uma economia de até 40% em impostos. 

Mooai: um aplicativo para ensinar pessoas a criarem grupos para poupar e realizar seus sonhos de forma mútua e coletiva.

Proft: para automatizar o gerenciamento do vendedor com suas metas, engajamento e estímulo de entrega de resultados diariamente.

SpaceMoney: conteúdo, infoprodutos, investimento, seguros e previdência.

Pontualis: serviço de software.

Invenis: histórico processual, alerta de novos processos e acompanhamento de movimentação de processos.

Mooney Edu: metodologia prática de educação financeira para escolas.

Shapp: um SaaS em forma de aplicativo mobile.

Sua Rua: entrega de relatório simples sobre informações relevante para quem procura um imóvel.

Maistech Solutions: tecnologia desenvolvida para gerenciar reputação, percepção de empresas, produtos, e pessoas nas redes sociais.

Pinguim: entrega um matchmaking de pessoas para viajar e um marketplace de turismo.

Abracadabra: entrega um relatório de diagnóstico sobre finanças, marketing digital, análise financeira, orçamento, e negociação.

 

FOTO: Daniela Ortiz

 






Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade




Publicidade



Publicidade




Publicidade