Gestão

Sebrae lança guia sobre tendências do mercado no pós-pandemia


O conteúdo é dividido em dois temas principais, comportamento de consumo e gestão. O guia pode ser acessado gratuitamente


  Por Redação DC 17 de Novembro de 2021 às 15:22

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


*com informações da Agência Sebrae

O Sebrae disponibilizou em seu portal o Guia de Tendências 2022-2023. O material é gratuito e tem o objetivo de orientar os micro e pequenos empresários nas tomadas de decisões tendo como parâmetro as transformações de mercado no pós-pandemia.

“As pessoas terão acesso às principais tendências comportamentais e mercadológicas, cases de empresas que se reinventaram na pandemia e conteúdos atualizados em vídeos e textos”, explica Maurício Reck, consultor do Sebrae.

O Guia é dividido em dois blocos: um aborda o comportamento e consumo, com temas como a vida conectada, casa e vida em ordem e “compensando o caos”.  O outro tema, focado em mercado e gestão, apresenta novos posicionamentos, mundo digital, novos modelos de negócios, economia da sustentabilidade e a inclusão para expandir mercado.

Dentro de cada bloco foram elencadas as macro e microtendências para os próximos anos de acordo com o comportamento do consumidor.

Segundo Reck, para construção do guia foram buscadas informações de relatórios de tendências feitos por diversas empresas de tecnologia e estudos no mundo. “Com essa base, foi realizada uma curadoria de informações mais relevantes com foco nos pequenos negócios.”

O conteúdo apresenta também um contexto da atualidade, das gerações (como os boomers, milenials e a Geração Z) que convivem entre si, da globalização e digitalização da informação e de saúde mental. Também há um glossário para facilitar o entendimento de termos em inglês e relacionados às novas tendências digitais e dos negócios.

Um assunto latente no guia é a inclusão, desde questões raciais, sociais, com foco nas pessoas com deficiência, até pet families, que buscam programas em que seus pets estejam inseridos, como hotéis e restaurantes.

 

IMAGEM: Thinkstock






Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade




Publicidade



Publicidade




Publicidade