Gestão

Prefeito anuncia que vai fechar ciclovias sem uso


O tucano Bruno Covas diz que mapeamento das ciclovias paulistanas, necessário para fazer mudanças, será concluído em junho


  Por Estadão Conteúdo 28 de Abril de 2018 às 19:21

  | Agência de notícias do Grupo Estado


O novo prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), disse em entrevista à Rádio Eldorado que vai desativar ciclovias que não têm uso e admitiu que o serviço de zeladoria na capital paulista "não está a contento".

Covas afirmou ter encomendado um estudo ao secretário municipal dos Transportes, João Octaviano, para mapear o uso das ciclovias na cidade.

"Há a necessidade de transformação de algumas ciclofaixas em ciclovias, de implantar outras para fazer interligação no sistema e de desativar algumas que não têm nenhum uso", disse o prefeito.

O levantamento foi iniciado pelo ex-secretário da pasta, Sérgio Avelleda, hoje chefe de gabinete da Prefeitura, e será concluído em meados de junho.

"Vamos discutir com a população onde vamos implantar novas ciclovias para dar racionalidade ao sistema, ligando algumas que não têm ligação hoje. Vamos poder desativar algumas que só incomodam a população", afirmou o tucano. 

Dez dias atrás, Covas disse que as ciclovias foram lançadas de forma aleatória na cidade como "orégano em pizza". A declaração foi dada em entrevista à Rádio CBN.

Em resposta, ciclistas e pedestres divulgaram uma carta aberta ao prefeito, destacando diretrizes nacionais e municipais sobre o papel da rede cicloviária no desenvolvimento urbano.

FOTO: Bruno Rocha/Estadão Conteúdo