Gestão

Nível de estoques do comércio cai em junho


Queda mensal do índice ocorre porque os empresários têm apresentado comportamento conservador e se adaptado aos momentos de adversidade, de acordo com a FecomercioSP


  Por Estadão Conteúdo 19 de Junho de 2019 às 11:24

  | Agência de notícias do jornal O Estado de S.Paulo


O Índice de Estoques (IE) do comércio paulistano elaborado pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) registrou queda de 1,7% em junho ante maio. Na comparação com igual mês do ano passado, no entanto, o IE apresentou alta de 11,2%. 

Segundo a FecomercioSP, a queda mensal do índice ocorre porque os empresários têm apresentado comportamento conservador e se adaptado aos momentos de adversidade, mesmo com a lentidão nas vendas devido às instabilidades política e econômica pelas quais o País passa. 

"Esse resultado é melhor do que se apontasse estoques altos, pois mercadorias paradas são mais custosas", diz relatório da instituição.

Assim, houve queda de aproximadamente 1 ponto percentual no levantamento de empresários que declararam ter excesso de estoques em junho, para 26,5%. 

O percentual está bem próximo do registrado no período pré-crise, antes de 2014, quando 25% dos comerciantes afirmavam ter estoques acima do adequado, 60% tinham estoques adequados e 15% abaixo do adequado.