Gestão

Cresce procura por capacitação gratuita na quarentena


Em algumas instituições, como a Fundação Getúlio Vargas, as buscas por esses cursos cresceram 400% em março


  Por André de Almeida  15 de Abril de 2020 às 07:00

  | Repórter andre.dcomercio@gmail.com


A política de isolamento social provocada pela pandemia do novo coronavírus fez aumentar a procura por cursos on-line, já que, para muitos empreendedores, esse período está sendo utilizado para buscar capacitação profissional e desenvolvimento de novas habilidades.

Diversas instituições de ensino, entidades e consultorias perceberam essa demanda e passaram a oferecer conteúdos dos mais variados temas possíveis.

Os cursos gratuitos, de acordo com João Vianney, conselheiro da Associação Brasileira de Educação à Distância (ABED), são os mais procurados, ainda mais em época de incerteza econômica e contenção de gastos por parte das famílias.

“O consumo de cursos on-line certamente está aumentando. Em confinamento, as pessoas precisam preencher seu tempo livre, seja por motivo de qualificação profissional, ou mesmo entretenimento”, afirma Vianney.

FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS

Uma das entidades que registraram um aumento significativo na procura por cursos on-line durante a quarentena foi a Fundação Getúlio Vargas (FGV). Apenas em cursos gratuitos, são 60 opções em diversas áreas de conhecimento.

Segundo o superintendente de Educação Executiva da FGV, Luis Arruda, nos últimos 30 dias o portal da instituição registrou um aumento de 1,6 milhão de acessos e, em março, a procura pelos cursos gratuitos cresceu 400% em relação ao mês anterior.

“As limitações de mobilidade impostas pela Covid-19 e a aceleração na transformação digital do trabalho provocada pelo isolamento social impulsionaram a busca por qualificação profissional para aumentar a produtividade e alavancar a competitividade”, explica Arruda.

A FGV oferece cursos on-line gratuitos desde 2008 para estudantes, professores e profissionais em geral que desejam ampliar seus conhecimentos. Ao longo desse período, a instituição já contabilizou mais de 13 milhões de inscritos em cursos nas áreas de direito, economia, liderança e pessoas, educação, finanças, marketing e vendas.

SEBRAE

O Portal Sebrae alcançou 5,1 milhões de acessos no mês de março, com 3,2 milhões de usuários, o que representa um acréscimo de 73% de acessos em relação ao mês de fevereiro.

De acordo com a analista de Relacionamento com o Cliente do Sebrae, Nadja Nahuz, os cursos on-line gratuitos estão entre os serviços mais acessados, principalmente por jovens entre 18 e 34 anos de idade. Um dos mais procurados é o curso sobre Gestão Financeira, que registrou um crescimento de 370% nas inscrições. Outro curso muito demandado é de Marketing Digital para o Empreendedor.

A Associação Brasileira de Educação à Distância, segundo Vianney, ainda não possui dados oficiais consolidados sobre o aumento do consumo de cursos on-line gratuitos ou pagos durante o período de isolamento social.

No entanto, enquanto proprietário do curso on-line Enem Gratuito, o conselheiro da ABED constatou um crescimento de 54% no número de alunos inscritos em comparação com o período anterior às medidas de confinamento.

Antes da quarentena, o curso registrou uma média de 55 mil alunos inscritos por semana. Após o inicio do isolamento social, no mesmo intervalo de tempo, esse número saltou para 85 mil estudantes.

“A educação à distância cresce a cada ano no país. Ela é mais barata, o aluno faz a própria agenda e não conta com custos paralelos adicionais, como transporte, lanche e estacionamento. O modelo já está consolidado”, conclui Vianney.

CONFIRA ALGUNS CURSOS GRATUITOS PARA O EMPREENDEDOR

Boa Vista – A Boa Vista, em parceria com a FS, oferecerá pelos próximos três meses cerca de 180 cursos on-line gratuitos de qualificação nas áreas de Gestão e Negócios, Estilo de Vida, Beleza e Estética, Tecnologia, Culinária, Desenvolvimento Pessoal e Direito. Expectativa é atender cerca de 200 mil empreendedores. Os clientes da Boa Vista serão acionados diretamente pela empresa e poderão fazer a inscrição por meio de um código de acesso. Outros empresários interessados poderão obter informações no Linkedln da companhia.

Harvard - A renomada Universidade Harvard, nos Estados Unidos, oferece 100 cursos on-line gratuitos com certificado ao final em 14 áreas distintas, entre elas: artes e design; negócios e gestão; ciências da computação e governo, leis e política.

Udemy - A plataforma de ensino à distância abriu cursos gratuitos em diversas áreas, como negócios, design, fotografia, marketing, TI e software, entre outras.

Linkedln - A plataforma de networking profissional Linkedln oferece gratuitamente o curso Trabalho Remoto: Colaboração, foco e produtividade.

Conquer - A Conquer, por meio da plataforma Zona de Quarentena, oferece cursos gratuitos e transmissões ao vivo durante o período de isolamento social. São vídeos, artigos, webinars, podcasts e e-books em temas como análise de dados, carreira, comunicação, empreendedorismo, inovação, inteligência emocional, liderança, negociação, oratória, produtividade, recursos humanos e vendas.

LIT - A LIT, plataforma digital de educação executiva da Saint Paul Escola de Negócios, liberou o acesso aos mais de 100 cursos gratuitos. Os usuários podem se inscrever até 30 de abril para aulas em temas como finanças, gestão, inovação, liderança, marketing e negócios. Ao todo, são 25 mil horas de conteúdo e 8 mil livros disponíveis.

HeroSpark - A HeroSpark, especializada em soluções para empreendedores digitais, está disponibilizando gratuitamente o Programa de Aceleração de Negócios Digitais e a ferramenta de criação de páginas e funis de vendas completos por 30 dias, contados a partir do dia 25 de março.

Cogna - O grupo Cogna, por meio da plataforma Aliança pela Educação, está disponibilizando cerca de 50 cursos gratuitos em áreas como empreendedorismo, desenvolvimento de carreira e cultura digital.

RD University - A RD University, divisão de educação da startup de marketing digital Resultados Digitais, disponibilizou acesso gratuito aos cursos Fundamentos de Inbound Marketing para Gestores e Fundamentos de Inside Sales para Vendedores.

 

LEIA MAIS 

Os cuidados antes de reduzir jornada e suspender contrato da equipe

Como gerir os estoques com o comércio fechado? 

E se a empresa deixar de recolher impostos na crise?

Lojistas de shopping podem renegociar contratos na crise

Funcionário em home-office deve receber vale-refeição?

ACSP faz uma radiografia da situação do comércio em meio à pandemia

Redes agem para ajudar franqueados a ultrapassar crise

Passo a passo para montar uma loja virtual

Coronavírus: saiba o que mudou nas legislações trabalhista e tributária

Como equilibrar as finanças durante a crise do coronavírus

Cuidados para evitar que a empresa seja saqueada na quarentena

Carrefour vai na contramão da crise e abre 5 mil vagas

Representante da São Paulo que nunca dorme, bar Estadão teve de fechar 

Em tempos de coronavírus, o negócio é vender à distância

Apps de delivery se mobilizam em prol dos pequenos negócios

Aluguel comercial atrasado: quais os riscos e como proceder?

Medida do governo simplifica legislação trabalhista 

Serviço de delivery: qual modelo utilizar?

Coronavírus: entenda os critérios para antecipar férias e reduzir jornada da equipe

Guia orienta bares e restaurantes a lidarem com o coronavírus

Coronavírus: cuidado com as finanças para não se perder na crise

Governo prorroga prazo para pagamento do Simples Nacional

Pequenos empresários podem prorrogar pagamento de dívidas

No Brás e no Bom Retiro, vendas caem pela metade em dois dias

Coronavírus já deixa restaurantes de shoppings vazios 

Coronavírus muda hábitos de consumo pelo mundo

5 dicas para o pequeno empresário enfrentar a crise do coronavírus

Guedes anuncia R$ 147 bilhões para reduzir efeitos do coronavírus    

IMAGEM: Pixabay