Gestão

Comércio de bairro ganha força com ajuda das distritais da ACSP


As 15 distritais da associação passam por um processo de revitalização que inclui não só reformas estruturais, mas a oferta de mais serviços. Exemplo dessa renovação é a distrital Mooca (foto)


  Por Karina Lignelli 11 de Agosto de 2020 às 07:00

  | Repórter lignelli@dcomercio.com.br


Consideradas não só os braços, mas os olhos e os ouvidos da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) na capital paulista, segundo o 1º vice-presidente da entidade, Roberto Mateus Ordine, as 15 distritais espalhadas pela cidade têm um papel cada vez mais relevante para ampliação e interação com comerciantes de cada região. 

Para reforçar seu posicionamento como ponto de informação e serviços ao alcance do empreendedor, em 2019 a ACSP decidiu pôr em prática o processo de transformação e modernização das distritais para adaptar o atendimento às mudanças do mercado. Em plena pandemia, a decisão mostrou-se acertada.  

Além da mudança de leiaute arquitetônico, mais atualizado e adaptado para sediar palestras, seminários e encontros de negócios, o novo projeto tem novidades. Entre eles, os postos da cooperativa Sicredi, para oferecer crédito em condições especiais aos associados que precisam dar um empurrão nos negócios. 

LEIA MAIS:  ACSP faz uma radiografia da situação do comércio em meio à pandemia

Com o Balcão do Empreendedor e o posto avançado da Jucesp, empreendedores locais passaram a resolver num só lugar questões do dia a dia, como abertura e fechamento de empresas, emissão de certificado digital e de origem, além de mediação e arbitragem de conflitos, sem necessidade de grandes deslocamentos.   

As distritais também marcam presença ativamente em grandes campanhas da ACSP, como a do agasalho ou, depois da pandemia, da distribuição de kits de máscaras e cartilhas para a reabertura segura do comércio. 

Uma estratégia recente de sucesso posta em prática pelas distritais na pandemia é o programa Ativar os Negócios. Nele, 15 grupos de Whatsapp foram formados para, por meio das relações profissionais entre 2,5 mil participantes, criar ambiente de negócios e divulgar suas atividades empresariais para o consumidor.  

"Através desses grupos, o comerciante local passa a ter a possibilidade de divulgar seus produtos, além de participar de reuniões e palestras e trocar informações e serviços que o ajudem a reativar os negócios", afirma Douglas Formaglio, vice-presidente da ACSP e coordenador das distritais.

A campanha, que traz esses empreendedores para o ambiente de associativismo da ACSP, tem como objetivo valorizar o comércio local, com apelo para que a população privilegie os empreendimentos do seu bairro, diz Francisco Antônio Parisi, também vice-presidente da ACSP e coordenador das distritais. 

"Quanto mais próximas as distritais estiverem dos empresários do entorno, maior o fortalecimento do comércio de bairro junto a seu público-alvo", destaca. 

A prestação de serviços local faz com que a ACSP ganhe força para atender tanto às demandas maiores - como a reabertura do comércio -, como as menores, por conta da proximidade, diz Ordine.

"Tanto o processo de revitalização como a pandemia resgataram o que a gente havia esquecido: que é preciso valorizar o comércio de bairro", afirma. "Afinal, se deslocar para ter acesso a serviços não faz mais sentido. Principalmente nesse mundo cada vez mais digital", completa o 1º vice-presidente da ACSP. 

DISTRITAL MOOCA: MAIS ESPAÇO PARA EVENTOS

Prestes a completar 67 anos de atividades, a Distrital Mooca da ACSP, cuja área de abrangência engloba bairros que vão do Alto da Mooca até a Água Rasa, do Belém ao Brás, da Vila Prudente ao Sapopemba, foi a primeira a passar pelo processo de transformação das 15 distritais da entidade. 

COM O NOVO AUDITÓRIO, A DISTRITAL MOOCA ESTÁ PRONTA PARA REALIZAR
PALESTRAS E SEMINÁRIOS

Reinaugurada em outubro de 2019, passou a sediar o sexto posto da Sicredi em distritais, a oferecer os serviços do Balcão do Empreendedor e, com a modernização das instalações, ampliou o espaço para eventos, palestras e seminários em seu auditório repaginado.

As novidades atraíram mais público e, com isso, o movimento cresceu 50%, segundo o diretor-superintendente Luiz Carlos Castan. "Além de os associados antigos virem pelas melhorias e novos serviços, o posto da Sicredi atraiu empreendedores que também acabaram se associando." 

Com a pandemia, porém, tudo parou. E nesse ínterim, a Distrital Mooca foi atuando em outras frentes, como a campanha do agasalho da ACSP, que superou o recorde de arrecadação de 2019 com apoio das distritais. 

Agora, o momento é de retomada dos negócios da região, segundo Castan: da Avenida Paes de Barros à rua da Moóca, onde fica a sede da Imprensa Oficial, o bairro é "um shopping a céu aberto", pela diversidade do comércio local, que tem retomado as atividades com ajuda da Vitrine ACSP e do Ativar os Negócios. 

"Oferecemos toda a nossa estrutura nessa pandemia, e percebemos que poucas empresas fecharam. E as poucas que fecharam, já foram realugadas para outros tipos de comércio", destaca. "O comércio da Mooca é muito forte, então esse é o momento de se reinventar."

Todas as distritais da ACSP já contam com postos da Sicredi e o Balcão do Empreendedor e, depois da Mooca, as que já foram revitalizadas são a Centro, Santana, Lapa, Santo Amaro e a Sede Central. As demais devem ser reinauguradas ao longo do segundo semestre de 2020. 

FOTOS: Divulgação