Gestão

5 regras para acertar na hora de dizer "não"


Dizer "não" é sempre uma tarefa difícil, mas sempre é possível reduzir o impacto emocional de uma decisão frustrante


  Por Redação DC 06 de Julho de 2015 às 09:00

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


Quando a economia e os negócios vão bem,é tudo uma beleza. Funcionários engajados, projetos aprovados, promoções autorizadas e tudo mais. O problema é quando o cenário não está tão bom assim, como neste 2015.

Em diversas empresas, projetos e promoções estão sendo adiados e os gestores têm precisado distribuir "nãos" pela equipe. A tarefa não é fácil e, por isso, a edição de julho da revista Entrepreneur (ainda não disponível em português) trouxe um pequeno manual como dicas sobre como dizer não à sua equipe. 

De saída, o autor Ross McCammon sugere que o gestor nunca negue um pedido imediatamente antes de ouví-lo completamente. Mesmo que a decisão já esteja tomada, é importante que os funcionários tenham a oportunidade de dizer o que pensam e dar sugestões. Lembre-se que uma decepção envolve constrangimento tanto para quem diz não como para quem o ouve. O seu objetivo será, sempre, eliminar - ou pelo menos reduzir - esse incômodo.