Finanças

Vendas de títulos do Tesouro crescem em abril. Aprenda a investir


Os títulos públicos mais procurados foram os que remuneram com a variação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) e mais juros


  Por Rejane Tamoto 19 de Maio de 2016 às 16:23

  | Editora rtamoto@dcomercio.com.br


O Tesouro Direto, programa do governo federal de venda de títulos públicos a pessoas físicas, vendeu R$ 1,388 bilhão em papéis em abril, segundo informação divulgada nesta quinta-feira (19/05) pelo Ministério da Fazenda. 

Os títulos mais procurados foram os que acompanham a inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), com 61,8% de participação nas vendas. Quem investe neste papel recebe a variação da inflação e mais um cupom de juros. 

LEIA MAIS: Como proteger seu dinheiro em aplicações que seguem a inflação

Os títulos indexados à Selic, ou seja, que pagam essa taxa básica de juros da economia no vencimento, ficaram em segundo lugar entre os mais procurados, respondendo por 26,2% das vendas. 

Os títulos prefixados, nos quais o investidor sabe o rendimento no ato da compra, corresponderam a 12% do total. O estoque do programa alcançou R$ 30,5 bilhões, com crescimento de 4% em relação a março e 73,7% sobre abril de 2015.

LEIA MAIS: Aprenda a fazer uma pequena quantia de sua renda crescer

O investimento em títulos públicos tem como vantagem o fato de permitir a aplicação de pequenas quantias, a partir de R$ 30. Para fazer a aplicação, o investidor deve ter uma conta em corretora de valores e efetuar as compras diretamente no site do Tesouro Direto

Ainda assim, especialistas recomendam que os resgates sejam planejados, já que a incidência de Imposto de Renda sobre os rendimentos depende do prazo da aplicação. 

LEIA MAIS: 8 dicas para comprar e vender títulos públicos do Tesouro

Por isso, os pequenos investidores foram os maiores compradores de títulos em abril. As vendas até R$ 5 mil corresponderam a 68,1% do total no mês. 

Se consideradas todas as vendas de títulos, o valor médio por operação ficou em R$ 12.312,19 em abril e foram realizadas 112.760 operações desse tipo. 

O balanço mostra, ainda, crescimento no total de investidores. O número de investidores cadastrados chegou a 737.756, o que representa aumento de 48,8% em doze meses. 

A quantidade de investidores ativos, que são os que realmente possuem aplicações, chegou a 283.877, crescendo 3,36% na comparação com março e de 89% nos últimos doze meses.

Apesar de permitir a negociação diária dos títulos, o site do Tesouro Direto pode ficar suspenso por algumas horas por causa da alta volatilidade (mudanças bruscas) das taxas de juros, como é o caso do que ocorre com a interrupção desta quinta-feira (19/05), programada para até 18h. Esse é um ponto negativo, caso o investidor queira efetuar o resgate em uma determinada data e horário.  

OUÇA TAMBÉM: PODCAST| Os prós e contras ao investir em títulos públicos

IMAGEM: Thinkstock

*Com informações de Agência Brasil