Finanças

Tensões entre EUA e China derrubam a Bolsa


O Ibovespa fechou com desvalorização de 1,04%, aos 95.009 pontos


  Por Agência Brasil 06 de Maio de 2019 às 18:26

  | Agência de notícias da Empresa Brasileira de Comunicação.


A segunda-feira, 6/05, foi marcada por tensões no mercado financeiro global depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ameaçou elevar tarifas comerciais a produtos chineses.

Num post na rede social Twitter Trump se disse “frustrado” com as prolongadas negociações comerciais e escreveu que pretendia elevar as tarifas comerciais na próxima sexta-feira (10/05), de 10% para 25% para produtos chineses, até o limite de US$ 200 bilhões.

No mercado de ações, o índice Ibovespa, da B3 (antiga Bolsa de Valores de São Paulo), operou em queda durante toda a sessão. O indicador fechou com desvalorização de 1,04%, aos 95.009 pontos. O índice encerrou no menor nível desde 22 de abril, há duas semanas.

DÓLAR

Depois de iniciar o dia próximo a R$ 3,98, a moeda norte-americana aliviou a alta e fechou próxima da estabilidade. O dólar comercial encerrou esta segunda-feira vendido a R$ 3,958, com alta de R$ 0,019 (0,48%).

 

IMAGEM: Thinkstock