Finanças

Pedidos de falência desaceleram no primeiro quadrimestre


A tendência é de recuperação da capacidade das empresas arcarem com seus compromissos financeiros, de acordo com a Boa Vista SCPC


  Por Redação DC 03 de Maio de 2017 às 10:31

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


Dados com abrangência nacional da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), apontam que os pedidos de falência caíram 15% no acumulado do ano (de janeiro 2017 até abril de 2017) em relação ao mesmo período de 2016.

Mantida a base de comparação, as falências decretadas recuaram 1,6%, enquanto para os pedidos de recuperação judicial e recuperações judiciais deferidas houve quedas de 28,3% e 18,5%, respectivamente. 

Conforme a expectativa da Boa Vista SCPC, os indicadores continuam apresentando desaceleração quando observados pelos valores acumulados em 12 meses.

Diante disto, é possível que as empresas passem a revelar melhores resultados dos indicadores de solvência, uma vez superado o período de baixa atividade econômica, restrição ao crédito, redução do consumo e outros fatores. A tendência é de recuperação da capacidade das empresas arcarem com seus compromissos financeiros.

METODOLOGIA

O indicador de falências e recuperações judiciais é construído com base na apuração dos dados mensais registradas na base de dados da Boa Vista SCPC, oriundas dos fóruns, varas de falências e dos Diários Oficiais e da Justiça dos estados.

*FOTO: Thinkstock