Finanças

Organização financeira reduz inadimplência de MEIs


Sebrae mostra que 83% dos usuários do aplicativo Qipu passaram a pagar o documento de arrecadação simplificada da categoria


  Por Redação DC 03 de Maio de 2016 às 13:03

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


Lançado em maio de 2015 pelo Sebrae em parceria com o Buscapé, o aplicativo Qipu já mostra um resultado positivo entre os Microempreendedores Individuais (MEI).

A ferramenta que ajuda a controlar movimentações financeiras e fiscais do negócio contribuiu para que 83% dos usuários da tecnologia passassem a pagar o documento de arrecadação simplificada do MEI (DAS-MEI). 

Desde o seu lançamento, o aplicativo soma mais de 200 mil downloads. Em setembro do ano passado, o Qipu lançou o controle do DAS. A funcionalidade permite, após uma única interação, fazer o levantamento de todos os DAS (pagos ou não), baixar boletos vencidos, já com a multa calculada, e receber direto por e-mail o boleto de todos os meses.

LEIA MAIS: Empresas e consumidores não querem fazer novas dívidas

Além disso, outras 40 notificações inteligentes alertam sobre as obrigações a pagar, por exemplo. Uma das funções do aplicativo é auxiliar o MEI a lembrar da declaração anual de faturamento, cujo prazo termina no próximo dia 31.

“O aplicativo tem como uma de suas principais premissas ser muito simples de utilizar e gratuito, o que tem atraído tantos usuários”, diz Miguel Galves, CTO e cofundador do Qipu. “A ferramenta de contabilidade já é conhecida como o braço direito do microempreendedor, pois se tornou indispensável para a organização das finanças e obrigações do MEI”.

LEIA MAIS: Aprenda a reduzir dívidas e enfrentar a crise

*Foto: Thinkstock