Finanças

Novo crediário não substituirá o parcelado sem juros


Novo modelo permite redução do prazo de pagamento ao lojista, propicia a prática de diferenciação de preços e amplia o prazo do financiamento


  Por Estadão Conteúdo 14 de Março de 2018 às 15:55

  | Agência de notícias do Grupo Estado


A opção de pagamento por meio do novo crediário, que é o parcelado com juros, não irá substituir a modalidade de parcelado sem juros no cartão de crédito, mas será uma alternativa no leque, disse Fernando Chacon, presidente da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito (Abecs). O executivo lembrou que o "novo crediário" não é o nome dessa modalidade, que será, futuramente, batizado.

"Precisamos pagar o lojista em um prazo curto e financiar o consumidor em juros competitivos. Esse será mais uma opção de financiamento", disse Chacon, em palestra no Congresso de Meios Eletrônicos de Pagamento (Cmep). Atualmente, o varejo recebe o pagamento com cartão de crédito após 30 dias.

"Com esse modelo, há redução do prazo de pagamento ao lojista, propicia a prática de diferenciação de preços e amplia o prazo do financiamento, atualmente limitado a 12 vezes no modelo de parcelado sem juros", afirmou Eduardo Chedid, presidente da Elo.

IMAGEM: Thinkstock