Finanças

Nova linha do BNDES para pequenas empresas terá juros anuais de 15,3%


Empréstimos ficam limitados a R$ 500 mil por empresa a cada 12 meses, com prazo máximo de até 60 meses e até dois anos de carência


  Por Estadão Conteúdo 22 de Março de 2019 às 14:29

  | Agência de notícias do jornal O Estado de S.Paulo


O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) lançou nesta sexta-feira (22/03), no Rio de Janeiro, a BNDES Crédito Pequenas Empresas, linha volta para empresas de menor porte.

Na nova linha, os empréstimos ficam limitados a R$ 500 mil por empresa a cada 12 meses e, nas contas do banco de fomento, o juro médio será de 1,3% ao mês, ou 15,3% ao ano.

No evento de lançamento, o presidente do BNDES, Joaquim Levy, disse que não há limite de recursos para a linha. O BNDES estima, conforme nota divulgada, que a demanda poderá chegar a R$ 1 bilhão.

LEIA MAIS:O que faz uma pequena empresa boa para trabalhar

"Estamos deixando de investir nas grandes para ter mais recursos para esse tipo de atividade. E se chegar a R$ 3 bilhões ou R$ 4 bilhões, melhor ainda", disse Levy, conforme a nota da assessoria de imprensa do banco.

Além do limite de R$ 500 mil por empresa e do juro de 15,3% ao ano, as condições da nova linha incluem prazo máximo de até 60 meses e até dois anos de carência. Segundo o BNDES, o cliente terá três opções de juros: a Taxa de Longo Prazo (TLP), Taxa Selic (TS) ou Taxa Fixa do BNDES (TFB).

Além disso, o banco cobra 1,45% ao ano de taxa de remuneração. A taxa final inclui ainda "a remuneração do agente financeiro, que é negociada diretamente com o cliente final". "Com isso, na maior parte dos casos, os juros do financiamento devem ficar em torno de 1,3% ao mês", diz a nota do BNDES.

IMAGEM