Finanças

Inadimplência empresarial sobe 0,5% no 1º trimestre


Dados refletem impactos da pandemia do novo coronavírus, segundo a Boa Vista. Expectativa é que o indicador apresente alta ainda maior devido ao alto nível de incertezas


  Por Redação DC 05 de Maio de 2020 às 09:39

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


O índice que mede a taxa de inadimplência empresarial no país subiu 0,5% no primeiro trimestre em relação ao trimestre imediatamente anterior, informa a Boa Vista.

Já na comparação acumulada em quatro trimestres, houve desaceleração no ritmo de queda, com o indicador saindo de declínio de 10,6% (4º trimestre de 2019) para queda de 8,3% no 1º trimestre de 2020.

Na comparação com o primeiro trimestre de 2019, o índice mostrou recuo de 0,1%. Os dados refletem as adversidades provocadas pelo novo coronavírus na economia, segundo nota da Boa Vista.

A expectativa, porém, é que haja inversão no fluxo de inadimplência das empresas. "A piora no desempenho econômico e o alto nível de incerteza entre os empresários durante a pandemia sugerem que o indicador apresente leve aumento no período mais agudo da crise", estima.

O indicador de inadimplência das empresas no Brasil é um somatório dos principais mecanismos de apontamento dessa variável do setor: cheques devolvidos, títulos protestados e registros de débitos realizados na base do Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC). 

FOTO: Thinkstock