Finanças

Demanda do consumidor por crédito sobe 1,4% em novembro


O sétimo aumento seguido na comparação interanual do indicador mostra que os consumidores, principalmente com rendimento mais baixo, estão retornando ao mercado de crédito, de acordo com a Serasa


  Por Estadão Conteúdo 14 de Dezembro de 2017 às 12:21

  | Agência de notícias do Grupo Estado


A procura do consumidor brasileiro por crédito em novembro cresceu pela sétima vez consecutiva.

De acordo com o Indicador Serasa Experian, houve elevação de 1,4% no penúltimo mês do ano no confronto com novembro de 2016. Em relação a outubro, a alta foi de 1,3%. No ano até novembro, a demanda por crédito acumula expansão de 4,2%.

O sétimo aumento seguido na comparação interanual do indicador mostra que os consumidores, principalmente aqueles com rendimento mais baixo, estão retornando ao mercado de crédito, conforme os economistas da Serasa.

Essa volta, segundo eles, reflete o alívio na inflação, a queda na taxa Selic, o início do processo de retomada do emprego e aumento da confiança.

O crescimento de 1,4% na demanda por crédito em novembro em relação a igual mês de 2016 foi puxado por consumidores que recebem até R$ 500, que apresentou alta de 23,4%. Contudo, nas demais classes houve queda.

Para aqueles que recebem entre R$ 500 e R$ 1 mil, o declínio na procura por crédito foi de 0,5%. Entre o segmento com salário de R$ 1 mil a R$ 2 mil, o recuo foi de 1,2%.

Para os consumidores que ganham entre R$ 2 mil e R$ 5 mil por mês, a retração foi de 1,3%, a mesma queda apurada para aqueles que recebem de R$ 5 mil a R$ 10 mil.

Entre os consumidores com renda mensal superior a R$ 10 mil, a demanda por crédito caiu 0,7% em novembro no confronto com o mesmo mês de 2016.

FOTO: Thinkstock