Finanças

Bolsa volta aos 104 mil pontos


O principal índice de ações da B3 teve alta de 0,83% nesta quinta-feira, 18/07


  Por Redação DC 18 de Julho de 2019 às 18:38

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


Em meio à agenda escassa, o Índice Bovespa encontrou fôlego para uma alta moderada, retomando o patamar dos 104 mil pontos nesta quinta-feira, 18/07.

A expectativa de liberação de recursos do FGTS continuou a impulsionar ações de setores ligados ao consumo, incluindo bancos. O cenário externo também deu contribuição positiva, com reforço na expectativa de corte de juros nos Estados Unidos.

Ao final do pregão, o principal índice de ações da B3 teve alta de 0,83%, aos 104.716,59 pontos.

DÓLAR

O dólar teve novo dia de queda nesta quinta-feira, puxada principalmente por declarações do presidente da regional de Nova York do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos), John Williams, que recomendou "agressividade" na política monetária americana.

Com isso, a moeda americana aprofundou a queda no mercado financeiro internacional, ante divisas fortes e de países emergentes.

O dólar à vista fechou em baixa de 0,84%, a R$ 3,7290, o menor valor desde 19 de fevereiro deste ano (R$ 3,7164).

 

IMAGEM: Pixabay