Finanças

Bolsa renova recorde e dólar volta a cair


O Ibovespa fechou o dia com alta de 0,61%, totalizando 91.564 pontos


  Por Estadão Conteúdo 03 de Janeiro de 2019 às 19:28

  | Agência de notícias do jornal O Estado de S.Paulo


Após passar a maior parte da sessão em baixa, em meio a uma realização de lucros, o Ibovespa ganhou fôlego na reta final da sessão desta quinta-feira, 3/01, à medida que as ações de Petrobras e bancos passaram a subir com força.

O índice renovou máxima histórica de fechamento pelo segundo dia seguido, ainda influenciado pelo otimismo com o governo Bolsonaro, apesar do exterior negativo.

O Ibovespa fechou o dia com alta de 0,61%, totalizando 91.564 pontos.

Shin Lai, estrategista da Upside Investor, destaca que exportadoras puxaram a bolsa para baixo ao longo do dia.

"Empresas como Vale, BRF e Suzano sofreram com a forte queda do dólar nesta quinta-feira. Por outro lado, estatais como Sabesp e Eletrobras tiveram fortes ganhos com a expectativa de avanço das privatizações", comenta.

As ações da Vale recuaram 4,09%; Suzano, -5,62%; e BRF, -3,98%. Já Sabesp subiu 7,71% e Eletrobras 5,98% (ON) e 6,01% (PNB).

DÓLAR

A onda de bom humor que favoreceu os ativos na quarta-feira continuou a afetar o comportamento do dólar frente ao real nesta quinta-feira.

A moeda americana rompeu o patamar dos R$ 3,80 e fechou o dia cotada a R$ 3,7579, em queda de 1,23%.

 

IMAGEM: Thinkstock