Finanças

Boleto ainda não se adaptou ao varejo mobile


São pagos, a cada dia, mais de 10 milhões de boletos no Brasil, segundo a Febraban


  Por Agência Brasil 23 de Agosto de 2018 às 17:58

  | Agência de notícias da Empresa Brasileira de Comunicação.


Pelo menos 75% dos sites de compras brasileiros já emitem boletos para pagamento, possibilitando que pessoas que não têm contas bancárias possam comprar no e-commerce, de acordo com dados do Sebrae.

Dados da Febraban mostram ainda que no país são pagos mais de 10 milhões de boletos por dia, ou 3,7 bilhões por ano. Mesmo assim, o documento ainda não se adaptou à tela dos smarthphones, que já respondem por 41% das compras online.

Segundo o diretor do Comitê de Facilitadores da Associação de Gestão de Pagamentos Eletrônicos (Pagos), Carlos Ogata, o boleto democratiza o acesso ao comércio eletrônico porque permite que consumidores que não têm cartão de crédito paguem por suas compras.

“O boleto tem um grande apelo junto aos consumidores, pois permite comprar online mesmo sem ter uma conta bancária e ainda ter descontos especiais oferecidos pelos lojistas para quem escolhe esta forma de pagamento”, disse.

De acordo com a Pagos, em uma versão responsiva dos boletos, é possível copiar os dados para pagamento no aplicativo do banco do comprador e depois pagar em qualquer caixa eletrônico.

Se os terminais de autoatendimento utilizados tiverem o leitor de código de barras com a tecnologia para a leitura da tela do celular, basta girar o telefone para visualizar e escanear o código. O cliente também pode imprimi-lo no formato convencional.

Ainda segundo a Pagos, a melhora na experiência de pagamento do boleto em smartphones e tablets é fundamental para converter mais vendas, independentemente do tipo de comprador que escolha esse método.

Por isso, segundo o diretor, é essencial que os lojistas online se preparem para esse cenário e adaptem suas lojas para oferecer a seus consumidores não só uma excelente experiência de navegação, mas também a melhor experiência de pagamento, independentemente do método de pagamento escolhido.

“Apesar de o boleto bancário ser antigo, ele foi muito bem feito porque é um instrumento aceito universalmente em todos os bancos. Então, o boleto se tornou acessível àqueles que não têm conta bancária e, portanto, ainda hoje ele é indispensável em qualquer transação eletrônica para aqueles que não têm cartão de débito ou crédito como opção para fazer compra no e-commerce. Por mais que se use a tecnologia online, em tempo real, o boleto continua sendo compensado no dia seguinte. É estranho, mas é a única forma que a gente vê ainda para incluir essas pessoas que não estão bancarizadas”, disse Ogata.

 

IMAGEM: Thinkstock