Finanças

BNDES quer coordenar com bancos distribuição de crédito


"Precisamos conversar com os distribuidores para nos ajudar a fazer esse diálogo com o dono da padaria, com o dono da loja de móveis", afirma Paulo Rabello de Castro, presidente do banco estatal


  Por Estadão Conteúdo 05 de Junho de 2017 às 09:03

  | Agência de notícias do jornal O Estado de S.Paulo


O presidente do BNDES, Paulo Rabello de Castro, disse nesta segunda-feira (5/06) que vai se encontrar na próxima semana com o presidente do Banco do Brasil, Paulo Rogério Caffarelli, para estabelecer uma "coordenação creditícia".

Segundo Rabello, a ideia é aproveitar o momento de queda da inflação e dos juros para combinar com osistema bancáriouma maneira de avançar no crédito.

"O BNDES não tem capilaridade para fazer a distribuição (de crédito). Nós precisamos conversar com os distribuidores para nos ajudar a fazer esse diálogo com o dono da padaria, com o dono da loja de móveis", afirmou.

De acordo com Rabello, "na hora que você começa a dar crédito, se Deus quiser, o emprego começa a retomar. Com o retorno do emprego, o mercado de trabalho deixa de piorar e o rendimento médio começa a surgir".

Rabello também exaltou o esforço do governo em mostrar que a equipe econômica está com discurso alinhado para fazer uma revolução micro e macroeconômica para ressuscitar o crédito.

Ele reforçou que a aprovação das reformas estimularia o investimento do exterior no País, uma vez que os ativos brasileiros estão "baratos".

"O BNDES entra nessa briga pra poder atuar. A infraestrutura está pra ser feita. O BNDES está com alguns instrumentos preparados para entrar na área de saneamento, na área de portos, de aeroportos, na área de energia...".

FOTO: Agência Brasil