Finanças

BNDES pode conceder até R$ 40 mil por micro e pequena empresa


A intenção, segundo Guilherme Afif Domingos (foto), presidente do Sebrae, é anunciar as ações até fevereiro. Deverão ser criadas linhas com custo de TJLP mais juros, abaixo dos cobrados hoje pelo mercado


  Por Estadão Conteúdo 20 de Janeiro de 2016 às 17:37

  | Agência de notícias do Grupo Estado


Guilherme Afif Domingos, presidente do Sebrae Nacional, disse que terá reuniões com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) na próxima semana para discutir a criação de linhas de crédito específicas para micro e pequenas empresas, uma das medidas que deverão ser anunciadas pelo governo para estimular a economia.

De acordo com Afif, a ideia é possibilitar empréstimos de R$ 30 mil a R$ 40 mil por empresa e rever regras do cartão BNDES.

"O mercado está deixando de usar o cartão porque os bancos não estão gostando do spread", afirmou, após reunião no Ministério da Fazenda.

A intenção, segundo Afif, é anunciar as ações até fevereiro. Deverão ser criadas linhas com custo de TJLP mais juros, abaixo dos cobrado hoje pelo mercado.

Segundo dados do Sebrae Nacional, a falta de crédito é um dos principais obstáculos para o crescimento dos pequenos negócios no Brasil.

Afif Domingos está buscando uma solução em conjunto com o governo federal.

“Nas conversações que o Sebrae tem mantido com a Presidência da República e com o Ministério da Fazenda, estamos buscando uma linha de crédito com o juro que o BNDES cobra das grandes empresas, que vai permitir emprestar dinheiro entre 15% e 18% ao ano. Hoje, a microempresa está pagando ao banco cerca de 60% ao ano pro capital de giro. Portanto, é uma taxa muito mais favorável. A determinação do governo é fazê-la no mais curto espaço de tempo possível. Eu acredito que, depois do Carnaval, a gente já possa colocar o nosso bloco na rua”, anunciou.

FOTO: Agência Sebrae

*Com informações da Agência Sebrae