Finanças

BNDES aprovou R$ 94,9 bi para novos financiamentos em 2018


O valor equivale a um salto de 27% em relação às aprovações de 2017


  Por Estadão Conteúdo 29 de Janeiro de 2019 às 15:48

  | Agência de notícias do jornal O Estado de S.Paulo


O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) desembolsou R$ 69,3 bilhões em financiamentos em 2018, uma queda de 2% em relação a 2017.

As aprovações para novos financiamentos, porém, somaram R$ 94,9 bilhões em 2018, um crescimento de 27% em relação a 2017.

As consultas, a primeira etapa de um pedido de financiamento no banco de fomento, totalizaram R$ 98,8 bilhões, resultado estável em relação ao ano anterior.

O setor de infraestrutura recebeu R$ 30,4 bilhões em desembolsos, um crescimento de 13% em relação ao ano anterior, o equivalente a uma fatia de 43,9% do total desembolsado pelo banco no ano passado.

A agropecuária teve R$ 14,7 bilhões em desembolsos, alta de 2% ante 2017. O segmento industrial deteve R$ 12,3 bilhões, enquanto o comércio e serviços ficaram com R$ 11,9 bilhões, uma redução de 18% em relação ao ano anterior, em ambos os casos.

Entre as aprovações, o setor de infraestrutura teve elevação de 60% em relação a 2017, totalizando R$ 47,6 bilhões, pouco mais de 50% de todas as aprovações do banco no ano.

Agropecuária teve aumento de 10% no volume aprovado para novos financiamentos, enquanto a indústria registrou crescimento de 5%. Já o setor de comércio e serviços viu encolher em 3% o total de aprovações em 2018.

As micro, pequenas e médias empresas (MPMEs) receberam R$ 30,1 bilhões em desembolsos em 2018, 44,7% do total desembolsado pelo BNDES no ano, o maior porcentual registrado na série histórica. O montante corresponde a um crescimento de 4% em comparação a 2017.

REGIÕES

A região Centro-Oeste teve o maior crescimento nos desembolsos em 2018, 12% a mais que em 2017, totalizando R$ 9,4 bilhões. As aprovações para novas operações cresceram 70%, somando R$ 12 bilhões, puxadas pelo financiamento para o sistema de transmissão que conectará a Estação Conversora Xingu (PA) à Estação Conversora Terminal Rio (RJ) para escoamento da energia gerada pela Usina Hidrelétrica Belo Monte.

O Sudeste recebeu R$ 26,5 bilhões em desembolsos em 2018; o Sul, R$ 17,96 bilhões; o Nordeste, R$ 11,9 bilhões; e o Norte, R$ 3,5 bilhões. Houve crescimento nas aprovações para as regiões Norte (270%), Sul (29%) e Sudeste (17%). Para o Nordeste, as aprovações recuaram 9%. 

Por meio da BNDESPar, o BNDES investiu R$ 412 milhões em fundos de crédito em 2018. Segundo o banco de fomento, para cada milhão do BNDES, foram aplicados R$ 3 milhões por outros investidores.

"A atuação do banco como investidor nesse tipo de fundo, em conjunto com investidores privados e instituições financeiras de desenvolvimento, visa a estimular o segmento e aumentar o acesso de projetos de infraestrutura e de pequenas e médias empresas a outras formas financiamento via mercado de capitais", justificou o banco de fomento, em nota.

 

IMAGEM: Thinkstock