Finanças

BC projeta redução da oferta de crédito em 2018


Para a instituição financeira, a nova projeção está consistente com o cenário de recuperação da economia


  Por Estadão Conteúdo 12 de Junho de 2018 às 16:50

  | Agência de notícias do Grupo Estado


O Banco Central reduziu projeção para o saldo de crédito em 2018. Antes, a expectativa era por uma alta de 3,5%, agora, a elevação esperada é de 3%. 

Para Carlos Viana de Carvalho, diretor de Política Econômica do BC, o ajuste feito na projeção da instituição está consistente com o cenário de recuperação da economia. Ele minimizou a redução.

A nova projeção consta no Relatório de Economia Bancária (REB), divulgado pelo BC nesta terça-feira, 12/06. Já a projeção anterior havia sido divulgada no fim de março.

No REB, a projeção para o saldo de crédito direcionado (BNDES e poupança) foi de uma alta de 1% para um recuo de 1%. No caso do crédito livre - que exclui operações com recursos de BNDES e poupança -, a projeção do BC passou de alta de 6% de saldo em 2018 para avanço de 7%.

Na apresentação dos dados, Viana também citou que a inadimplência no Brasil atingiu o pico em meados de 2017 e, desde então, passou a recuar.

 

IMAGEM: Thinkstock