Economia

|VÍDEO|'Por aqui corre a ideia de que lucro é algo pecaminoso'


É o que afirma o economista Maílson da Nóbrega, ex-ministro da Fazenda. Em entrevista à série Brasil em Xeque, ele sugere caminhos para o país no pós-crise


  Por Redação DC 10 de Janeiro de 2018 às 08:00

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


“Ainda somos tremendamente estatistas, intervencionistas. Por aqui corre a ideia de que o lucro é algo pecaminoso. Isso é resultado de uma cultura anticapitalista que teima em existir no Brasil”, diz o economista Maílson da Nóbrega, ministro da Fazenda durante o governo Sarney.

Em entrevista à série Brasil em Xeque, realizada pelo Instituto Panthéon Jurídico juntamente com o Diário do Comércio, o ex-ministro afirma que as privatizações deveriam ganhar força no país, chegando até a Petrobras.

Para ele, o Estado deveria marcar presença apenas onde houvesse necessidade de suprir uma falha do mercado.

Maílson fala também sobre a crise econômica pela qual atravessa o Brasil, a maior da nossa história, em sua opinião. Ainda assim, o ex-ministro garante que o país continua como um dos países mais atrativos do mundo para investimento.

“O mercado vê a equipe econômica como uma âncora. Com toda essa crise, não se vê nenhum movimento sério de fuga de capitais. O mercado sabe que se investir no Brasil não corre o risco de não poder tirar o dinheiro depois”, afirma.

Assista, a seguir, à entrevista com Maílson da Nóbrega:

FOTO: Marilia Vasconcellos / Divulgação