Economia

Vendas do varejo recuam 0,8% em outubro, diz Boa Vista


Segundo o birô de crédito, não há nada que sugira alguma melhora no desempenho do setor nos meses de novembro e dezembro


  Por Redação DC 23 de Novembro de 2021 às 14:42

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


As vendas do varejo brasileiro caíram 0,8% em outubro, na comparação com setembro, já com ajuste sazonal, segundo dados da Boa Vista. Com o resultado, o acumulado do ano, que até então mostrava alta de 0,9% nas vendas, desacelerou para 0,3%.

Na comparação com outubro de 2020, a queda foi ainda maior, de 3,1%. O desempenho do varejo no mês passado preocupa. Segundo a Boa Vista, o setor inicia o 4º trimestre numa situação desconfortável e “não há nada que sugira alguma melhora nos meses de novembro e dezembro.”

Entre os fatores apontados pelo birô de crédito para traçar um cenário pessimista para o final do ano estão a redução do auxílio do governo e inflação e juros em alta. Um resultado positivo para o varejo nos próximos meses, de acordo com a Boa Vista, dependeria de uma surpresa positiva do mercado de trabalho.

A empresa lembra que a confiança dos comerciantes até melhorou nos últimos meses, mas baseada em uma percepção mais otimista em relação ao futuro. “Para o presente, o sentimento só piorou.”

Já o consumidor, segundo a Boa Vista, não está mais confiante hoje e está mais descrente de que o cenário irá mudar para melhor nos próximos meses. “Não se pode esperar muito dos resultados do varejo até o final do ano. Talvez, nem mesmo, dos resultados de 2022”.

 

IMAGEM: Newton Santos/DC






Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade




Publicidade



Publicidade




Publicidade