Economia

Vendas do varejo paulistano crescem 10,8% em novembro, diz ACSP


O desempenho também está 0,9% acima do registrado em novembro de 2019, período em que a pandemia ainda não afetava a economia


  Por Redação DC 07 de Dezembro de 2021 às 13:50

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


O volume de vendas do comércio da cidade de São Paulo cresceu 10,8% na passagem de outubro para novembro, segundo balanço elaborado pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP) com base em dados da Boa Vista.

Na comparação com novembro de 2019, portanto, antes da pandemia, as vendas cresceram 0,9%, o que mostra que a demanda na capital paulista ainda está aquecida, embora desacelerando por causa das altas da inflação e dos juros, que corroem o poder de compra.

Quando as vendas deste ano são confrontadas com as de novembro de 2020, a alta registrada é de 8,6%.  

VENDAS DE FINAL DE ANO

A expectativa da ACSP é que as vendas de Natal deste ano aumentem cerca de 10% em relação ao mesmo período do ano passado.

"Existe uma demanda reprimida, porque as pessoas estão começando a circular mais agora, graças ao avanço da vacinação, e o consumidor mostra que já está comprando mais mês após mês", diz Marcel Solimeo, economista da ACSP.

Em dezembro, o valor do Auxílio Brasil, do Governo Federal, também sobe para R$ 400, fato que vai ajudar os comerciantes a venderem mais. "Este dinheiro ajuda o consumidor das classes sociais mais afetadas pela crise a garantirem suas compras de fim de ano", analisou Solimeo.

 

IMAGEM: Tiago Queiroz/Estadão







Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade




Publicidade



Publicidade




Publicidade