Economia

Supermercados começam 2019 com vendas em alta


Vendas tiveram crescimento real de 1,8%. O bom resultado de janeiro refletiu também no tíquete médio e nas unidades vendidas: ambos tiveram alta de cerca de 4%, de acordo com a Apas


  Por Redação DC 12 de Março de 2019 às 14:13

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


O faturamento real dos supermercados no estado de São Paulo (deflacionado pelo IPS/FIPE e calculado pela Associação Paulista de Supermercados), no conceito de mesmas lojas – que considera as unidades em operação no tempo mínimo de 12 meses – apresentou aumento de 1,83% em janeiro, comparado ao mesmo mês de 2018.

Com o bom início de ano nas vendas, o ticket médio (o preço médio por cupom fiscal do consumidor) também apresentou crescimento e subiu 4,44% em janeiro. O mesmo ritmo de elevação foi percebido também nas unidades vendidas por loja, que aumentaram cerca de 4,15%.

“Este crescimento no ticket médio durante o mês de janeiro acompanhou praticamente a inflação acumulada dos supermercados (medida pela APAS/FIPE) que também está pouco acima dos 4%”, diz o economista da APAS, Thiago Berka.

Os supermercados melhoraram a performance de vendas reais por checkout (caixa) e metro quadrado em relação a janeiro de 2018. O faturamento por checkout foi de R$ 257.401 neste janeiro, alta de 2,81%, e por metro quadrado foi de R$ 2.282, aumento de 0,38%.

“Importante ressaltar que a APAS projeta, para 2019, um crescimento real nas vendas no Estado de São Paulo de 2,7% a 3%. Vale lembrar que, em 2018, o crescimento foi de 2,32% menor que a projeção piso de 2,5%, porém, maior que o reportado pelo Brasil, que foi de alta de 2,07%”, diz Berka.

REGIÃO

Invertendo os resultados dos últimos meses, a Grande São Paulo teve crescimento de 0,87% enquanto a Região de Campinas caiu 0,86%.

Novamente o Interior do Estado foi o responsável por manter os números em alta, conquistando a liderança em crescimento de vendas com alta de 2,39%.