Economia

Serviços a caminho da primeira alta anual desde 2014


O resultado de outubro - crescimento de 2,7% - parece confirmar a retomada gradual dos serviços, vital para a determinação do desempenho da atividade econômica geral, na opinião dos economistas da ACSP


  Por Instituto Gastão Vidigal 13 de Dezembro de 2019 às 09:20

  | Da equipe de economistas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP)


Em outubro, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o volume total de serviços prestados aumentou 2,7%, em relação ao mesmo mês de 2018 (ver tabela abaixo). No acumulado em 12 meses,  continuou havendo leve aceleração da expansão do setor, que apresentou alta de 0,8%, ante 0,7% registrado em
setembro.

O crescimento em relação ao ano passado se explicaria, por um lado, pela existência de um dia útil adicional em 2019, mas também pela gradativa recuperação da renda e do emprego das famílias, que contribuiu para a elevação do volume de serviços de alojamento e alimentação, impactando positivamente o segmento de serviços prestados às famílias. O maior destaque, novamente, correu por conta dos serviços de informação e comunicação.

Em síntese, o resultado de outubro parece confirmar a retomada gradual dos serviços, vital para a determinação do desempenho da atividade econômica geral, dado seu peso na composição do Produto Interno Bruto (PIB). Com isso, aumenta a chance de o setor apresentar crescimento anual, por primeira vez desde o longo ciclo iniciado em 2014.